Santana FM

Switch to desktop Register Login

Santanense: Crime encomendado.


 Renatinho do Lavajato , acusado do assasinato.

 

 

Segundo apurou nossa reportagem, Elisângela Lopes de Faria, moradora da Rua Acácio Baeta no ultimo sábado (15/12) por volta das 21:30h disse ao pai que iria até ao Lava-jato buscar seu veículo já que o lavador de carros conhecido como Renatinho havia ligado informando a ela que não poderia lhe entregar o veiculo em sua residencia como de costume. Com a demora da vitima para retornar a casa os pais preocupados acionaram a Policia Militar.

 

Na manhã de domingo, alguns moradores do bairro desconfiaram de Renatinho do lava jato, filho do Tilinho, também lavador de carros da Rua Sebastião Soares no mesmo bairro, informando então à polícia sobre o suspeito. Os militares abordaram Renatinho, constatando que ele entrava várias vezes em contradição, confessou por fim a autoria do homicídio levando os policiais a uma estrada vicinal que dá acesso a Água Viva onde estava o corpo.

 

Renatinho do Lava Jato foi então detido pela policia confessou que matou Elisângela a pauladas para roubar seu veículo, levando o carro logo em seguida para uma troca por outro carro no bairro Morro do Engenho.

 

A pessoa com quem renatinho pretentia fazer negócio, com a troca, descobriu através das redes sociais, que a placa do carro que encontrava em sua garagem estava sendo procurado, acionando a policia logo em seguida.

 

A família da vitima deste crime bárbaro é bastante conceituada em Santanense, participam dos movimentos religiosos da paróquia e são envolvidos nos interesses da comunidade. O pai Eduardo Lopes de Faria é Confrade Vicentino a mais de 40 anos. A família está transtornada, a comunidade assustada e o clima é de grande desolação e decepção. Familiares aguardam o laudo do legista para poder realizar o sepultamento da vítima.

 

Cabe agora a policia instaurar o inquérito, apurando outros detalhes do crime. O serviço de inteligência da polícia, trabalha com outras hipóteses que estão sendo investigadas.

 

Elisângela Lopes de Faria (a vítima) era formada em Farmácia e atualmente trabalhava na Farmácia Itaúna do B. Parque Jardim Santanense.

 

NOVOS FATOS .

Novos desdobramentos sobre o caso do assassinato da jovem Elisângela Lopes de Faria, residente no bairro Santanense. De acordo com informações da delegacia de Policia Civil de Itaúna, Renatinho do lava jato assassino confesso, informou a policia durante depoimento que assassinou a jovem a mando de uma outra pessoa.

 

Informações não oficiais chegaram à redação da Radio Santana FM e dão conta que a família da vítima bem como moradores de uma casa vizinha na rua onde moram tiveram que deixar a cidade na noite desse domingo às pressas, pois estavam sofrendo ameaças do suposto mandante do crime.

 

Tida por todos como uma moça pacata, de hábitos simples e de boa conduta, Elisângela ao que tudo parece mantinha ou manteve relacionamento amoroso com o filho de um empresário Itaunense. Os motivos que levaram a este namorado a mandar matar a moça ainda não foram esclarecidos mas serão investigados pela policia civil que deve realizar sua prisão a qualquer momento. O nome do suposto mandante não foi revelado pela policia. 

 

 

 

 

 

Elisângela Lopes de Faria  era formada em Farmácia, foi morta a pauladas na noite deste último sábado (15). (Foto:Reprodução Facebook)