NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 13 de agosto de 2020

Foto Reprodução Internet 

 

Pouco mais de quatro meses após serem suspensos, os voos internacionais serão retomados no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins. De acordo com a BH Airport, que administra o terminal, uma aeronave operada pela TAP Air Portugal está previsto para pousar às 5h10 desta segunda-feira (3). A decolagem de volta ao país europeu acontecerá na quarta-feira (5).

 

Segundo a BH Airport, o retorno do voos da TAP faz parte da retomada gradual das operações internacionais no terminal “mantendo toda a segurança de passageiros, visitantes e comunidade aeroportuária em tempos de pandemia do coronavírus”

 

Essa será a primeira vez que Confins receberá um voo comercial internacional desde 24 de março, quando todas as rotas para fora do Brasil foram suspensas. Já o último voo da TAP partindo do aeroporto mineiro foi no dia 18 de março.

 

“A reabertura do terminal internacional é um passo importante para o aeroporto, que trabalha dia após dia em ações para combate e prevenção da doença. Além de mostrar a confiança da companhia aérea no nosso mercado e nas ações adotadas, repõe novamente Minas Gerais no mapa mundial da aviação dando opção direta para Europa e todas as conexões internacionais da TAP pelo mundo”, explicou Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport.

 

Por enquanto, não há previsão para a retomada das outras rotas internacionais partindo de Confins. Antes da pandemia, as rotas internacionais tinham como destino Lisboa, além do Panamá, Argentina (Buenos Aires) e Estados Unidos (Orlando e Fort Lauderdale).

 

A BH Airport destacou que segue em contato com a Copa Airlines, que opera a rota para o Panamá, e com a Azul Linhas Aéreas, que detém os voos para a Argentina e para os Estados Unidos para “em breve, anunciar a retomada de seus voos internacionais”.

Antecedência

 

Diante dos procedimentos para o embarque internacional, a BH Airport orienta os passageiros que devem embarcar no voo de volta para Lisboa a chegar com “a máxima antecedência possível”. Segundo a administração do terminal, a medida é importante para evitar filas e aglomerações.

Por O Tempo