NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 23 de outubro de 2020

Foto Getty Images

 

A alimentação de uma mulher tem o poder de influenciar diretamente na saúde do bebê. Uma mãe que seja exposta a uma alimentação rica em produtos industrializados, cheios de corantes, conservantes, excesso em açúcar e produtos químicos, há um risco direto para a saúde da criança e dela própria.

 

Estudos epidemiológicos apontam o risco de desenvolver obesidade, síndrome metabólica, diabetes tipo 2 e doença cardiovascular é de 2 a 8 vezes maior em indivíduos que foram expostos, intra útero, ao diabetes gestacional, seja antes ou durante a gestação, sendo importante fatore de risco a obesidade materna e o ganho excessivo de peso durante a gestação.

 

É importante lembrarmos que o ganho de peso e a alimentação durante o período de gestação e amamentação precisa ser equilibrado quando desejamos saúde para as duas partes.

 

Procure alimentos mais simples, menos processados! Opte por alimentos mais frescos, sendo legumes, verduras e frutas uma prioridade na sua compra.  Apenas com uma alimentação e estilo de vida mais saudável e que conseguimos prevenir as doenças.

 

Vanessa Ferreira B. Oliveira
Pós graduada em Nutrição Clinica Funcional e Fitoterapia Funcional
Nutricionista do Núcleo de Endoscopia Dr. Rodrigo Guimarães