NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 27 de novembro de 2020

Foto Reprodução Internet

 

A Agência Nacional Sanitária (Anvisa) afirmou que no caso de das vacinas contra o coronavírus em teste no Brasil apresentarem resultados favoráveis, a regulamentação delas no país pode sair em até 30 dias. A informação foi divulgada pelo gerente de medicamentos da agência, Gustavo Mendes, em entrevista ao site Metrópoles.

Atualmente três pesquisas  estão em teste no Brasil: o da Universidade de Oxford, em parceria com a farmacêutica AstraZeneca; a Coronavac, do laboratório chinês Sinovac Biotech, que inclusive conta com colaboração de pesquisadores da Universidade Federal de Minas Gerais para a etapa de aplicação em voluntários e outros dois métodos desenvolvidos pelas empresas BioNtech e Pfizer.

Todas as três pesquisas são promissoras, mas precisam de passar por várias etapas de estudo que comprovem a eficácia contra o vírus antes da produção em larga escala. O Brasil foi o país escolhido para a continuação das pesquisas por em uma das últimas etapas, é preciso que a vacina seja aplicada em voluntários. Como o vírus continua em circulação no país, o ambiente se torna ideal para os testes.

De acordo com Gustavo Mendes, com os estudos finalizados e todas as etapas concluídas, a Anvisa tem condições de se manifestar sobre a regulamentação da imunização das vacinas em até 30 dias. O especialista também acredita que isso possa ocorrer ainda em 2020.

Normalmente, a agência teria um prazo de 90 dias para decidir sobre a regulamentação de vacinas.

Por O Tempo