BH: máscaras voltam a ser obrigatórias em locais fechados

13/06/2022 | Minas Gerais

Anúncio foi feito pela secretária municipal de saúde na tarde desta segunda 13/6 – Foto reprodução

 

 

As máscaras voltarão a ser obrigatórias em locais fechados de Belo Horizonte. Em entrevista coletiva nesta segunda-feira (13/6), a secretária Municipal de Saúde, Cláudia Navarro, anunciou a medida, que entra em vigor a partir de amanhã (14/6).

 

De acordo com a secretária, o aumento no número de casos de doenças respiratórias registrado nas últimas semanas motiva o decreto. Cláudia avalia que a medida busca evitar novos casos não apenas de COVID, mas de outras viroses.

 

Inicialmente, as máscaras serão obrigatórias em todos os locais fechados até 31 de julho, quando se espera um cenário mais controlado da transmissão do vírus.

 

Vacinação infantil

 

A secretária informou que a vacinação infantil (de 5 a 11 anos) está muito abaixo do esperado. Somente 70% do público alvo tomou a primeira dose, enquanto a segunda só foi administrada em 56% do grupo. “A preocupação é geral e a questão relacionada às crianças está relacionada ao baixo índice de vacinação”, explicou Cláudia.

 

Vacinação de adultos

 

Sobre a imunização dos adultos contra a Covid-19, Cláudia explicou que 109% do público já tomou a primeira dose (é mais do que 100% porque inclui pessoas que não moram em Belo Horizonte). Além disso, 100% já tomou a segunda dose (ou dose única) e 34% recebeu a quarta dose (esse público ainda está sendo convocado).

 

Sobre as críticas por a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) não divulgar mais a taxa de transmissibilidade da doença (Rt), a secretária informou que a taxa divulgada no periodo de crise tinha relação com o índice de pacientes internados.

 

“Temos (agora) um índice de pacientes internados muito baixo e estaríamos (caso houvesse a divulgação) dando uma ideia errada, se compararmos com um, dois anos atrás”, explicou Cláudia durante a coletiva.

 

Com o Uai/ O Tempo 

 

 

Veja também