Boletim diário registra mais de 40 novos casos de covid-19

2/06/2022 | Itaúna

 

A cidade soma 20.988 notificações positivas, das quais 304 pacientes morreram – Foto Adilson Nogueira

 

 

A Secretaria de Saúde de Itaúna divulgou nesta quinta-feira 02/6, nova atualização do boletim epidemiológico com os casos de coronavírus na cidade. E os números seguem aumentando.

 

Os dados mostram que mais 42 casos foram confirmados no intervalo de 24 horas. No dia anterior foram informadas apenas 2 contaminações. Ainda de acordo com o boletim, um paciente segue internado no Hospital Manoel Gonçalves com testagem positiva para a infecção.

 

Com isso, a cidade soma 20.988 notificações positivas, das quais 304 pacientes morreram decorrentes da Covid-19.

 

A média móvel dos últimos sete dias segue aumentando e chegou a 16,14. As médias móveis consideram a média dos números registrados nos últimos sete dias e servem para acompanhar os indicadores da pandemia sem eventuais distorções causadas por eventuais subnotificações.

 

Boa notícia 

 

A boa noticia é que Itaúna não contabiliza mortes em decorrência da pandemia, desde o dia 18/3, quando uma paciente de 80 anos, sem comorbidades, faleceu.

 

Para os especialistas da saúde a vacinação continua a ser a principal arma para combater o avanço da covid.

 

Em virtude da continuidade da contaminação e por acreditarem que muitas pessoas não realizam o teste para a identificação da doença, mesmo sendo necessário, especialistas recomendam a manutenção do uso de máscara, álcool em gel, distanciamento social e isolamento das pessoas com sintomas.

 

Números no estado

 

Minas Gerais registrou mais de 5 mil novos casos de COVID-19 pelo 4º dia consecutivo. O número de mortes durante o mesmo período foi de 35.

 

De acordo com o boletim epidemiológico desta quinta-feira (2/6), divulgado pela Secretaria do Estado de Saúde (SES-MG), não houve óbitos nas últimas 24 horas e 6.115 pessoas testaram positivo para a doença.

 

crescimento do número de pessoas infectadas no estado já era esperado pelas autoridades. Segundo Fábio Baccheretti, secretário de Saúde, o alto índice de infecção está associado ao caráter sazonal do novo coronavírus.

 

Durante o mês de maio foram registrados 72% mais casos confirmados do que o total em abril de 2022, mas o número de óbitos não aumentou.

 

Até o momento, 61.579 pessoas morreram e 3.428.615 tiveram a doença confirmada em Minas, sendo que 3.226.629 foram recuperados.

 

Atualmente, 140.407 pessoas estão em acompanhamento, ou seja, não evoluíram para óbito, cuja condição clínica permanece sendo acompanhada ou aguarda atualização pelos municípios.

 

Vacinômetro em Minas

 

Segundo a SES-MG, 89,2% da população mineira já tomou a primeira dose da vacina, enquanto a segunda dose foi aplicada em 83,01%.

 

Além disso, somente 58,5% do público-alvo, com menos de 60 anos, recebeu a terceira dose.

 

Apesar dos avanços na cobertura vacinal, Baccheretti afirmou estar preocupado com a vacinação de idosos e crianças.

 

No caso das pessoas com mais de 60 anos, apenas 27,79% desse público tomou a quarta dose ou segunda dose de reforço. Já o público pediátrico, ainda que 69,43% das crianças tenham recebido a primeira dose do imunizante, a segunda dose foi aplicada em apenas 35,06%.

 

 

Minas registra mais de 5 mil novos casos pelo 4º dia seguido

 

 

Veja também