NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 27 de fevereiro de 2021

 

“Não é para a Presidência da República essa compra de alimentos”, declarou Bolsonaro – Foto: Isac Nóbrega/PR

 

O presidente Jair Bolsonaro xingou a imprensa ao rebater a informação publicada pelo site Metrópoles sobre gastos do governo federal com alimentos. O dado que mais repercutiu foi a despesa de cerca de R$ 15 milhões em leite condensado.

Em uma churrascaria cheia em Brasília, com aglomeração e diversas pessoas sem máscara, Bolsonaro tocou no assunto. O almoço teve a presença, por exemplo, do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, do cantor Amado Batista e da dupla Rick & Renner.

 

 

“Quando eu vejo a imprensa me atacar, dizendo que comprei 2,5 milhões de latas de leite condensado, vai para puta que o pariu! Imprensa de merda essa daí. É para enfiar no rabo de vocês, da imprensa, essa lata deleite condensado”, atacou o presidente, sob aplausos e gritos de “mito”.

“Não é para a Presidência da República essa compra de alimentos, até porque nossa fonte é outra”, disse Bolsonaro, citando que os destinos dos produtos seriam, por exemplo, o Exército e programas do governo relacionados a alimentação.

Além do leite condensado, aparecem na planilha de gastos do governo itens como uva passa (R$ 5 milhões), barras de cereal (R$ 13,4 milhões), iogurte natural (R$ 21,4 milhões), chicletes (R$ 2 milhões), chocolate (16 milhões) e calda doce para recheio/cobertura (3,2 milhões).

 

No canal que tem no aplicativo Telegram, o presidente publicou o seguinte texto de um seguidor sobre o assunto:

 

Por Radio Itatiaia