Bombeiros de Itaúna trabalham na Operação Brumadinho

5/05/2022 | Itaúna, Minas Gerais

 

Bombeiros mantem operação de busca pelas cinco joias que ainda estão desaparecidas – Foto reprodução

 

 

Desde o dia 25 de janeiro de 2019, data em que ocorreu o rompimento da barragem da Vale em Brumadinho, bombeiros de todo o Estado de MG estão sendo enviados para atuar nos trabalhos de busca das joias da tragédia.

 

O Pelotão de Itaúna não poderia deixar de prestar o seu apoio e desde o início das atividades, vários militares já foram empenhados e atuaram na Operação Brumadinho.

 

Esta semana foi marcada pelo encontro de mais uma joia, Luís Felipe Alves, engenheiro de produção da Vale e que tinha 30 anos à época da tragédia. Luís Felipe é a 265ª vítima identificada. O reconhecimento ocorreu por meio da arcada dentária.

 

Polícia Civil identificou os ossos de engenheiro de produção paulista – Foto PC/ Divulgação

 

 

Bombeiros relatam experiencia de atuar no resgaste as joias

 

Nesta semana, em que foi encontrada mais uma joia, a Cabo Luciana, lotada em Itaúna estava empenhada na operação, fala da experiencia.

 

“Foi uma experiência muito valiosa enquanto profissional ter participado da Operação em Brumadinho, por ser considerada a maior operação de busca e salvamento do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. Desde o acontecimento da tragédia, hoje estamos completando 1196 dias ininterruptos de busca”

 

 

 

Essas cinco últimas joias que faltam ser encontradas, representam um marco da operação, considerando-se a proporção da tragédia, a grande extensão de área e o número de joias. Aliás, referimos aos corpos como joias em respeito às vítimas e aos familiares: são joias que precisam ser recuperadas e entregues para suas famílias” conta Luciana

 

 

 

Cabo Luciana do Corpo de Bombeiros de Itaúna atua na busca das joias da tragédia – Foto Bombeiros Itaúna

 

 

Com o retorno da Cabo Luciana, o militar de Itaúna que continuará nos trabalhos de busca é o Cabo Jonathan, que também falou para nossa equipe.

 

“Poder contribuir na maior Operação de Busca e Salvamento de Minas Gerais e estar buscando o acalento para os familiares das joias já encontradas e a serem encontradas, é muito gratificante. E após ser encontrada mais uma joia nesta semana, se renova ainda mais nosso ânimo em trabalhar, nos doando de coração, relata o Cabo Jonathan

 

 

Cabo Jonathan do Corpo de Bombeiros de Itaúna atua na busca das joias da tragédia – Foto Bombeiros Itaúna

 

 

A cada semana uma equipe é enviada para Brumadinho, sendo que a equipe que chega continua o trabalho de onde as equipes da semana anterior pararam.

 

 

 

Veja também