NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 27 de novembro de 2020

Foto Moises Silva

 

Cento e quinze dias após a interrupção das buscas em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, o Corpo de Bombeiros encontrou nesta quinta-feira (9) um segmento corpóreo sob a lama da área onde existia o Terminal de Cargas Ferroviário (TCF) antes do rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão da Vale. Ainda não há detalhes sobre o estado de decomposição do segmento corpóreo, nem se se trata de uma vítima ainda não identificada. Cerca de um ano e seis meses após a tragédia, 11 corpos estão desaparecidos sob a lama.

Militares do Corpo de Bombeiros preparavam-se nesta quinta-feira para a retomada da maior operação de buscas da história do país em Brumadinho quando encontraram o segmento corpóreo. Os trabalhos ainda não foram recomeçados e a corporação aguarda autorização do Estado para retornar à área. A inspeção desta manhã é parte de uma ação de preparação para o reinício das buscas. A área onde o segmento foi encontrado está isolada e a perícia da Polícia Civil está no local para recolhimento.

O ponto do Terminal de Cargas Ferroviário da mina Córrego do Feijão é uma das áreas prioritárias para o Corpo de Bombeiros no planejamento de buscas feito para a retomada das operações. “As acoes desenvolvidas naquele momento que resultaram na localização faziam parte de ações de preparação do terreno para essa retomada, mostrando a acertada estratégia de inteligência de buscas adotada até o momento”, detalhou a corporação através de nota.

Por O Tempo