NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 21 de abril de 2021

 

Total de vítimas chega a 221,6 mil. Em casos confirmados, são 9.060.786 brasileiros – Foto reprodução internet

 

 

O consórcio de veículos de imprensa divulgou novo levantamento da situação da pandemia de coronavírus no Brasil a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde, consolidados às 20h desta quinta-feira (28).

O país registrou 1.439 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando ao total de 221.676 óbitos desde o começo da pandemia. Foi o terceiro registro mais alto de mortes pela doença em 24 horas no país desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias foi de 1.064 –a maior desde o dia 4 de agosto, quando chegou a 1.066. A variação foi de +10% em comparação à média de 14 dias atrás, indicando tendência de estabilidade nos óbitos pela doença.

Em casos confirmados, desde o começo da pandemia 9.060.786 brasileiros já tiveram ou têm o novo coronavírus, com 60.301 desses confirmados no último dia. A média móvel nos últimos 7 dias foi de 51.567 novos diagnósticos por dia. Isso representa uma variação de -5% em relação aos casos registrados em duas semanas, o que indica tendência de estabilidade nos diagnósticos.

Oito estados estão com alta nas mortes: PR, GO, MT, AC, AM, RO, RR e CE.

Chama atenção o alto número de mortes por Covid registradas em 24 horas no Paraná. Segundo a Secretaria da Saúde do estado, 143 óbitos somados nesta quinta ocorreram antes de janeiro e foram decorrentes de revisão após cruzamento de dados entre os sistemas de notificação. Isso elevou ainda mais os registros nacionais de óbitos do dia e média móvel. Por G1

 

Minas Gerais registra 8.318 casos e 155 mortes

 

Minas segue tendência de alta na transmissão da COVID-19. Foram registrados 8.318 novos casos e 155 mortes em 24 horas.

De acordo com boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, nesta quinta-feira (28/01), o estado totaliza 715.967 casos e 14.699 mortes.

Dos 853 municípios mineiros, 735 registraram mortes. Belo Horizonte confirmou 84.254 casos e 2.215 mortes. Por Uai