NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 23 de abril de 2021

Foto Redes Sociais

 

Depois do reajuste no preço do diesel e da gasolina, um grupo de caminhoneiros protestam, na manhã desta terça-feira (2), na MG-424, em Vespasiano, perto do CT do Atlético, na região metropolitana de Belo Horizonte.

 

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, são dezenas de caminhões parados no acostamento, nos dois sentidos da rodovia e eles protestam contra o aumento do preço do diesel.

Na semana passada, cerca de 100 caminhões transportadores de combustíveis e de derivados de petróleo de Minas Gerais fizeram na Fernão Dias, em Betim, uma carreata reivindicando redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias de Serviços (ICMS) do diesel.

 

Os caminhoneiros estão revoltados com a alta no preço do diesel e da gasolina anunciada pela Petrobras nesta segunda-feira (1º). A partir desta terça a gasolina ficará 4,8% mais cara, ou seja, R$ 0,12 por litro. Com isso, o combustível será vendido às distribuidoras por R$ 2,60 por litro.

 

Além disso, óleo diesel terá um aumento de 5%, ou seja R$ 0,13 por litro. Com o reajuste, o preço para as distribuidoras passa a ser de R$ 2,71 por litro a partir desta terça.

Desde esta segunda, os caminhoneiros já tinham sinalizado que poderiam fazer novas paralisações e articular uma nova greve nacional por causa da alta. Na semana passada, os tanqueiros fizeram uma paralisação e os postos em toda Minas Gerais ficaram lotados.

 

Por O Tempo/G1