Carregamentos de armas roubadas em Igarapé são apreendidos no Centro-Oeste

14/03/2022 | Centro-Oeste, Polícia

Carregamento de armas foram apreendidas em dois veículos pela Polícia Militar – Foto divulgação

 

 

A Polícia Militar das cidades de Cláudio e Carmo da Mata apreendeu dois veículos carregados de armas que foram roubadas de um caminhão em Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte, nesta segunda-feira 14/3.

 

Segundo as primeiras informações da PM, um dos veículos usados pelos criminosos, uma caminhonete Fiat Strada, foi interceptado em Carmo da Mata. Houve troca de tiros, fuga dos integrantes da quadrilha e um refém que estava na caminhonete, foi resgatado e liberado.

 

Em Cláudio, o caminhão roubado foi abandonado junto com o motorista em uma estrada rural; ele também foi resgatado.

 

Ainda não foi realizada a contagem, mas a policia informa que são mais de 50 armas apreendidas.

 

Polícia Militar durante a ocorrência em Carmo da Mata – Foto Thalita Adão/Jornal A Notícia

 

 

Veículo interceptado em Carmo da Mata

 

A PM de Carmo da Mata foi acionada no período da tarde com informações de que um caminhão carregado com armas e munições havia sido roubado na BR-381, próximo a Igarapé, e que passaria pelo trevo da cidade, pela BR-494. Imediatamente os militares montaram uma operação de cerco bloqueio.

 

A informação repassada pela PM é que quatro criminosos abordaram o caminhão onde estavam o motorista e o ajudante, na BR-381. Parte da carga foi colocada em uma caminhonete (Fiat Strada) junto com o ajudante que teve as mãos amarradas com lacres. Este veículo seguiu pela BR-381 e pegou o acesso até a BR-494, que leva até Carmo da Mata.

 

 

Caminhão abandonado em Cláudio

 

Com as informações repassadas pelo serviço de inteligência e pelo ajudante do motorista, a PM de Cláudio localizou o caminhão roubado em uma estrada vicinal em Cláudio; o motorista estava no veículo e também foi libertado.

 

Uma contagem do número de armas apreendidas será realizada pela PM. Não foram fornecidas informações do quantitativo de armamento no caminhão.

 

O transporte e as armas eram legalizados. Todo armamento seria distribuído na região Centro-Oeste de Minas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Veja também