NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 10 de abril de 2020

Aedes aegypti é o transmissor da dengue, zika vírus e chikungunya – Foto : Getty Images

 

As cidades que integram a Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Divinópolis registraram 21 casos de dengue grave em 2019, conforme Boletim Epidemiológico divulgado Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) nesta quarta-feira (8).

De acordo com a metodologia adotada pela SES-MG, foram 162 casos de dengue com sinal de alarme registrados no ano passado em 24 cidades da SRS de Divinópolis.

Até a última atualização do boletim, nesta quinta-feira (9), as cidades da SRS Divinópolis não tinham registrado casos de dengue com sinal de alarme e dengue grave em 2020.

Mortes por dengue no Centro-Oeste

Foram 17 mortes por dengue confirmadas nas cidades da SRS de Divinópolis no ano passado, 13 óbitos continuam em investigação. Não há registros de mortes este ano, por dengue, no estado.

No último boletim divulgado pela SES-MG em 2019, Lagoa da Prata teve um novo óbito confirmado, totalizando três. Contudo, no levantamento desta quinta, uma das mortes aparece com status de investigação.

 

Mortes por dengue em 2019

Cidade Confirmado Em investigação
Arcos 2 0
Carmo do Cajuru 1 0
Córrego Fundo 0 1
Divinópolis 3 3
Dores do Indaiá 0 1
Formiga 0 1
Igaratinga 0 1
Lagoa da Prata 2 1
Luz 1 0
Martinho Campos 2 0
Moema 0 2
Nova Serrana 2 0
Pará de Minas 1 2
Pitangui 1 1
São Gonçalo do Pará 2 0

 

Dengue em MG

De acordo com o Boletim Epidemiológico, foram 3.014 casos classificados como dengue com sinais de alarme e 276 como dengue grave. Os dados são de 2019, fornecidos pelo Sistema de Informação dos Agravos de Notificação (Sinan). São 56 casos prováveis de dengue este ano.

Foram 169 mortes confirmadas pela doença no ano passado, permanecendo 105 em investigação. Também não houve óbitos registrados até o momento no estado.

Por G1