NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 10 de dezembro de 2019

Divinópolis confirmou o primeiro caso de sarampo em 2019, conforme o boletim epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) divulgado nesta sexta-feira (29).

Conforme a Prefeitura, o paciente é um homem de 55 anos e o caso foi notificado na cidade de São Paulo. Segundo o Executivo, todos os procedimentos foram feitos na capital paulista, no Hospital das Clínicas no dia 11 de setembro. A administração explicou que o homem é viajante e fica em um hotel de São Paulo de terça a sexta. Ele deu o endereço de Divinópolis por ter uma casa na cidade.

A cidade de Itaúna foi a primeira da região a confirmar um caso da doença em setembro deste ano. De acordo com os últimos dados da Secretaria de Saúde, agora são dois casos de sarampo confirmados no município.

O segundo caso da doença confirmado na região foi em Nova Serrana, conforme o boletim divulgado no dia 23 de outubro. Na ocasião, a Secretaria de Saúde da cidade informou através de nota que o caso foi registrado em um menino de 1 ano.

Dia D

Em tempo, neste sábado (30) ocorre o segundo “Dia D” da campanha nacional de vacinação contra o sarampo em todo o país. Em Itaúna, todas as unidades básicas de saúde, vão estar mobilizadas das 7h às 16h.

A segunda etapa da campanha de vacinação teve inicio no dia 18 de novembro e será finalizada neste sábado. Pessoas com idade entre 20 e 29 anos são o público-alvo desta segunda etapa de vacinação. na primeira etapa, crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias) foram imunizadas.

De acordo a SES-MG, em Minas Gerais, a estimativa de não vacinados dentro dessa faixa etária é de 1.412.123 milhão, sendo 447.650 indivíduos de 20 a 24 anos e 964.473 pessoas entre 25 e 29 anos. A vacina tríplice viral está disponível população de 6 meses a 49 anos de idade, na rotina dos serviços de imunização.

Itaúna

Itaúna foi a primeira cidade da região a confirmar um caso da doença este ano. A informação foi divulgada pela SES-MG em 19 de setembro. O caso foi confirmado através de técnica laboratorial de sorologia. O boletim afirma que o caso foi importado de São Paulo.

No dia 30 de agosto, a Prefeitura de Itaúna informou que a paciente é uma jovem de 20 anos que deu entrada no pronto-socorro do Hospital Manoel Gonçalves no dia 8 de agosto. “Devido aos sinais e sintomas compatíveis com a doença, foi coletado material e enviado para exame na Fundação Ezequiel Dias (Funed), o qual teve resultado positivo”, informou.

Conforme a SES-MG, a paciente recebeu a vacina para impedir a evolução da doença. O Executivo disse que a jovem estava bem e em casa.

 

Nova Serrana

O segundo caso da doença confirmado na região foi em Nova Serrana, conforme o boletim divulgado no dia 23 de outubro. Na ocasião, a Secretaria de Saúde da cidade informou através de nota que o caso foi registrado em um menino de 1 ano.

Segundo a pasta, quando o caso ainda era considerado suspeito, foi realizado o bloqueio vacinal na creche em que a criança frequenta, na residência que mora, bem como nas residências do quarteirão. O local de atendimento da criança não foi informado.

A nota ressaltou que a campanha de vacinação contra o sarampo seguia sendo realizada na cidade. A 1ª etapa, destinada a crianças de 6 meses a menores de 5 anos terminou no dia 25 de outubro. A segunda etapa, destinada a jovens e adultos entre 20 e 29 anos, será de 18 a 30 de novembro.

Casos confirmados em Minas Gerais

Desde o início do ano, foram confirmados 124 casos de sarampo em Minas Gerais. Quatro ocorreram no primeiro trimestre e a cadeia de transmissão foi contida. Contudo, a partir de junho, o número de casos suspeitos aumentou: são 1867 notificações provenientes de 276 municípios no estado.

 

Da Redação 

Com informações do G1