Covid-19: Minas tem quase 13 mil novos casos em apenas cinco dias

20/05/2022 | Minas Gerais

 

Estado liberou uso de máscaras em locais fechados desde 1º de maio – Foto arquivo Agencia Brasil

 

 

Minas Gerais registrou nas últimas 24 horas um total de 2.323 casos e cinco mortes pelo coronavírus. A doença foi responsável pela perda de 61.463 vidas, além de contaminar 3.383.874 pessoas desde março de 2020.

 

Desde segunda-feira (16/5), o estado já contabilizou 12.956 casos de COVID, com 53 mortes. A própria segunda foi o dia que mais registrou óbitos (27), um reflexo natural das atualizações feitas por secretarias municipais relativas à semana anterior.

 

Desde 1º de maio, o governo liberou o uso das máscaras em locais fechados em todo o estado. A SES-MG ainda avalia se o aumento de casos tem relação com a medida.

 

O último balanço divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) mostrou que 96.460 pessoas estão sendo acompanhadas nos domicílios ou nas unidades de saúde. Os dados também mostram que 3.2225.961 pacientes se recuperaram da doença.

 

A maior incidência de casos em Minas está na faixa etária entre 30 e 39 anos, com 21,9% das infecções. Em seguida, vem de 40 a 49 anos (18,8%), 20 a 29 anos (18,1%) e 50 a 59 (14,8%).

 

Por sua vez, a maior porcentagem de óbitos ocorreu na faixa etária acima de 60 anos, com 71,3%. Depois, vem de 50 a 59 anos (15,5%) e de 40 a 49 anos (7,9%). Segundo o Estado, 68% das vítimas tinham comorbidades, como cardiopatia, diabetes, obesidade, doença renal, pneumopatia, entre outras.

 

Vacinação

 

Minas atingiu 58,4% de doses de reforço aplicadas nas 28 regionais de saúde. O painel da SES-MG indica que 87,7% do público-alvo recebeu a primeira dose, enquanto 83,3% foi imunizada com a segunda dose. Além disso, 21,7% dos idosos foram vacinados com a segunda dose de reforço. O estado já enviou mais de 46 milhões de doses aos municípios.

 

Um total de 69,4% das crianças de 5 a 11 anos já foram vacinadas com a primeira dose pediátrica. Por sua vez, 35% receberam a segunda dose.

 

Por Uai 

 

 

Veja também