Covid: Brasil confirma 1.º caso de ômicron XE, que pode ser mais contagiosa

7/04/2022 | Brasil

A subvariante XE combina duas cepas da ômicron – Foto Reprodução / National Institute of Allergy and Infectious Diseases

 

 

O Brasil registrou o primeiro caso de contaminação por mais uma variante do novo coronavírus. O Instituto Butantan informou que encontrou uma pessoa do estado de São Paulo infectada com a subvariante denominada XE, que mistura duas modalidades da Ômicron.

 

O caso foi confirmado pelo Ministério da Saúde, que divulgou nota anunciando que recebeu a notificação do Instituto Butantan. A pasta acrescentou que “mantém o constante monitoramento do cenário epidemiológico da Covid-19”.

 

A variante XE é uma combinação de duas cepas diferentes da Ômicron: BA.1 e BA.2. O primeiro caso foi mapeado na cidade de Londres, em janeiro deste ano. Segundo o Instituto Butantan, a taxa de crescimento da XE é 10% superior à da cepa BA.2.

 

Contudo, o Instituto informa que ainda não há evidências suficientes acerca de mudanças, vantagens e desvantagens da circulação a nova variante em aspectos como gravidade, transmissão e eficácia de vacinas já existentes.

 

Por Hoje em Dia 

 

 

Veja também