NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 19 de junho de 2021

 

Somando as mortes, o Estado tem 86 crianças e adolescentes – Foto Pixabay/Reprodução

 

 

A Secretaria Estadual de Saúde (SES) confirmou nesta segunda-feira (10) as mortes de mais dois bebês em Minas Gerais por causa da Covid-19. Com os mais recentes registros, o número de óbitos de crianças com menos de um ano subiu para 27 no Estado.

 

O último boletim epidemiológico da doença também atesta o falecimento de um menor com idade entre 10 a 19 anos. Com isso, na faixa etária, agora são 36 vidas perdidas para o coronavírus. Além disso, 23 crianças entre 1 e 9 anos morreram em decorrência da doença desde o início da pandemia.

 

Somando as mortes, o Estado tem 86 crianças e adolescentes – grupo que não está incluído no grupo de vacinação – que não resistiram à enfermidade. No total, o território mineiro tem 36.062 mortes contabilizadas pela síndrome, sendo, deste total, 27.412 entre idosos com mais de 60 anos. O levantamento ainda mostra que, em Minas, menores de 19 anos representam 8,7% dos 1.416.845 casos confirmados da doença.

 

Nesta segunda, um estudo da Fiocruz com a Universidade da Califórnia (UCLA) e da London School of Hygiene and Tropical Medicine (LSHTM) indicou que crianças e adolescentes têm mais chance de pegar Covid do que de transmitir para os adultos.

 

Minas Gerais registra 51 mortes e 1.231 casos de coronavírus nas últimas 24h

 

 

 

Minas Gerais registrou 51 mortes e 1.231 casos de coronavírus nas últimas 24h, segundo o boletim da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, divulgado nesta segunda-feira (10).

 

Com os novos números, Minas chegou a 1.416.845 infectados e 36.062 mortes. Do total de contaminados, 75.273 estão em acompanhamento e 1.305.510 já se recuperaram da doença.

 

Do total de mortos, 76% tinham mais de 60 anos e 69% tinham outras comorbidades associadas ao coronavírus.

 

 

 

Por O Tempo