NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 23 de outubro de 2020

Felipão ao lado de do consultor José Carlos Brunoro (esq.), do presidente Sérgio Rodrigues, do empresário Jorge Machado e do diretor de futebol Deivid (Foto: Divulgação/Cruzeiro)

 

 

O Cruzeiro acertou, nesta quinta-feira, a contratação de Luiz Felipe Scolari para a vaga de Ney Franco. O anúncio foi feito no início da noite, inicialmente aos sócios-torcedores da categoria ‘Diamante’. Presidente do clube, Sérgio Santos Rodrigues gravou um vídeo para os associados. O treinador assinou um longo contrato, com validade até dezembro de 2022.

“Alô sócio diamante do Cruzeiro, nossos maiores contribuintes. Queremos anunciar para vocês em primeira mão: está fechado aqui com nosso Felipão, técnico pentacampeão mundial, currículo que nem precisamos falar. Cruzeiro no coração também, está voltando para nos ajudar neste momento, em um projeto que vai muito além deste ano. Vamos fazer um negócio muito legal que vamos divulgar”, disse Sérgio.

Felipão também enviou uma primeira mensagem. “Nós não queremos só este ano não. Queremos esse ano, que está terminando, mas também 2021, 2022, 2023 e eu estarei com vocês dando tudo que posso dar com a minha contribuição de conhecimentos, amizades, tudo aquilo que o Cruzeiro me deu também. Conto com vocês”, disse.

De acordo com Jaeci Carvalho, colunista do Estado de Minas e do Superesportes, o treinador exigiu que a negociação fosse avalizada pelo empresário Pedro Lourenço, principal patrocinador do clube. Ainda de acordo com o jornalista, Pedrinho, como é conhecido o dono da rede Supermercados BH, se comprometeu a pagar a dívida na Fifa que impede a Raposa de registrar novos reforços.

O treinador gaúcho tentará colocar fim, pelo menos dentro de campo, ao pior momento vivido pelo Cruzeiro em sua história de 99 anos. Rebaixado à Série B em 2019, o time amarga a vice-lanterna da competição depois de não engrenar sob os comandos de Enderson Moreira e Ney Franco.

Na classificação da Segunda Divisão, o Cruzeiro é o 19º colocado, com 12 pontos, e tem, de acordo com o Departamento de Matemática da UFMG, apenas 1,1% de probabilidade de acesso à elite do Campeonato Brasileiro.

As falhas de planejamento do futebol ocasionaram duas trocas de comando na competição: Enderson Moreira contabilizou oito jogos (três vitórias, dois empates e três derrotas), e Ney Franco sete (duas vitórias, um empate e quatro derrotas). Antes de anúncio de Felipão, a diretoria já havia recebido negativa de Lisca (América), Umberto Louzer (Chapecoense) e do próprio Luiz Felipe, que mudou de ideia nesta quinta.

Natural de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul, Felipão terá sua segunda passagem no comando do Cruzeiro. Ele já esteve à frente da equipe celeste em 2000 e 2001, quando foi campeão da Copa Sul-Minas.

Ao longo de sua longa carreira, ele Luiz Felipe Scolari conquistou 27 títulos, sendo o principal deles a Copa do Mundo com a Seleção Brasileira em 2002. O treinador ainda levantou troféus de Copa das Confederações (2013), Copa Libertadores (1995 e 1999), Recopa Sul-Americana (1996), Campeonato Brasileiro (1996 e 2018), Copa do Brasil (1991, 1994, 1998 e 2012), Liga Chinesa (2015, 2016 e 2017) e Liga Uzbeque (2009).

Outra passagem marcante da carreira do treinador foi na Seleção Portuguesa. Em 2004, ele levou Cristiano Ronaldo, Deco, Figo e companhia à final inédita da Eurocopa. Seu último trabalho foi no comando do Palmeiras, em 2018 e 2019. Pelo alviverde, foram 76 jogos – 46 vitórias, 21 empates e 9 derrotas. Sob seu comando, os paulistas levantaram o troféu do Campeonato Brasileiro, em 2018.

Do Uai