NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 4 de dezembro de 2020

Foto Reprodução Internet

A Defensoria Pública de Minas Gerais prorrogou até o dia 14 de agosto as medidas de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus. Durante a pandemia, o atendimento presencial está suspenso. Segundo o órgão, a Coordenadoria de Família e Sucessões da capital está realizando sessões de divórcio e solução de conflitos.

Todo o processo é feito por meio de plataformas como WhatsApp ou Teams. De acordo com a Defensoria Pública do estado, durante o atendimento inicial é apurada a possibilidade da solução extrajudicial, se as partes do processo concordarem, o centro de mediação e conciliação agenda a mediação.

Para conseguir ser atendido pela Defensoria é preciso receber até três salários mínimos, renda individual, e até cinco salários, para renda familiar. Os interessados em fazer a conciliação devem mandar e-mail para família.plantaobh@defensoria.mg.def.br.

Sessões de conciliação e mediação virtuais também estão sendo realizadas em outras unidades da Defensoria de Minas, nas cidades de Matias Barbosa e Betim.

Para entrar com um processo, a Defensoria disponibiliza atendimento por telefone das 11h às 14h, diariamente. O atendimento é separado, de acordo com as seguintes áreas jurídicas: Família, Criminal, Cível, Idoso e pessoa com deficiência, Consumidor, Saúde, Direitos Humanos e áreas especializadas. Para ter acesso aos números, clique aqui. Os dados são separados entre capital e interior.

Por G1