NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 23 de abril de 2021

O lote 1 engloba rodovias do Centro-Oeste mas não especifica em qual município – Foto Trevo de Itaúna – Vereda Engenharia

 

 

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) lançou um edital de licitação para a implantação de 526 novos radares nas rodovias do estado.

 

O edital está dividido em quatro lotes e prevê a contratação de empresa para a prestação dos serviços por 30 meses, que podem ser prorrogados por mais 30.

 

O lote 1 engloba rodovias das Regiões Central, Centro-oeste e Sul de Minas. O lote 2 abrange trechos localizados nas Regiões Central, Alto Paranaíba, Jequitinhonha e Triângulo.

 

Segmentos de rodovias das Regiões Norte, Vale do Rio Doce, Jequitinhonha, Vale do Mucuri e Noroeste estão contemplados no lote 3. Já o lote 4 inclui Campo das Vertentes, Zona da Mata e Sul de Minas.

 

A empresa contratada também será responsável pela manutenção de outros 469 equipamentos, que já estão em funcionamento em Minas Gerais. O contrato que prevê o monitoramento desses aparelhos atualmente vence neste ano.

 

O pregão vai aumentar em mais de 100% o número de equipamentos de fiscalização em operação nas estradas mineiras, de 469 para 995, e busca a redução de acidentes. A escolha dos pontos de instalação dos radares é baseada em estudos sobre os pontos críticos das rodovias.

 

“O programa de controle de velocidade foi elaborado a partir do levantamento de dados de acidentes ocorridos na nossa malha rodoviária. As informações colhidas foram objeto de estudo de tráfego, buscando a identificação de pontos críticos, onde observou-se que a severidade dos acidentes estava diretamente relacionada aos excessos de velocidade dos veículos envolvidos. Diante disso, há a necessidade de um controle eficaz e permanente”, explica o diretor de Operação Viária do DER-MG, Anderson Tavares Abras.

 

De acordo com o DER-MG, cerca de 714 milhões de veículos foram fiscalizados pelos equipamentos de controle eletrônico de velocidade no ano passado. Desses, 743.745 foram autuados por excesso de velocidade, o que representa 0,1% do total.

 

“Esta porcentagem indica que a grande maioria dos condutores entendem e respeitam o Programa de Controle de Velocidade do estado de Minas Gerais”, avalia o gerente de tráfego, segurança viária e faixa de domínio do DER-MG, Cristiano Coelho.

 

O investimento estimado é de R$ 140 milhões. As empresas interessadas têm até 8 de março para protocolar as propostas e as documentações exigidas no edital.

 

 

DER-MG diz que trecho de tragédia na MG-431 já é monitorado