NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 24 de junho de 2021

aumento populacao carceraria

 

 

 

Minas Gerais é o estado brasileiro que teve maior crescimento de população encarcerada no período de 2005 a 2012, de acordo com um estudo divulgado nesta quarta-feira pela Secretaria-Geral da Presidência da República e intitulado “Mapa do Encarceramento: os Jovens do Brasil”. Segundo o levantamento, houve crescimento de 624{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} dos presos em Minas no período, valor muito acima da média nacional, que foi de 74{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}, e do segundo lugar, que ficou com o Espírito Santo, com 182{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}. Já a menor média foi verificada no Rio Grande do Sul, 29{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}.

Com relação à população feminina encarcerada, houve crescimento em Minas de 136{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} entre 2007 e 2012, enquanto a média de variação nacional foi de 67{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}. Já a população masculina mineira teve aumento de 110{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} no período, muito acima da taxa nacional, que foi de 39{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}.

Já considerando a taxa de pessoas encarceradas com mais de 18 anos a cada 100 mil habitantes exclusivamente no período de 2012, Minas está abaixo da média do país. Enquanto no Brasil há 269 presos a cada 100 mil pessoas, nas terras mineiras a taxa é de 231. De todos os que estão atrás das grades em Minas, 41,6{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} já foram condenados e 58,1{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} estão detidos provisioriamente. No Brasil, a média é de 61,3{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} condenados, 0,7{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} com mandado de segurança e 38,0{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} com detenções provisórias.

Em relação ao tipo de regime, em Minas, 70{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} dos detidos cumprem pena em regime fechado, 27{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} no semi-aberto e 3{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} no aberto. Considerando todo o Brasil, os índices são, respectivamente 69{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}, 24{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} e 7{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}.