NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 10 de dezembro de 2019

A Assembléia Geral da ONU e a Organização Mundial de Saúde definiram, em 1988, todo 01/12 como Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Como a data cairá no  domingo este ano, a Secretaria de Saúde de Itaúna realizará a mobilização no dia 2, segunda-feira, das 08h às 15h, na Praça da Matriz.

Haverá orientação com estudantes de Enfermagem da Universidade de Itaúna e profissionais da saúde do município, distribuição de preservativos, laço vermelho, material educativo e oferta de teste rápido de HIV, Sífilis e Hepatites B e C.

Durante o restante do mês de Dezembro, as unidades de saúde também contarão com atividades educativas, oferta de testes rápidos como os citados acima, distribuição/uso do laço da campanha, dentre outros. O SAE – Serviço de Assistência Especializada em HIV e Hepatites Virais realizará também um grupo com pessoas que vivem com HIV/AIDS com foco na adesão ao tratamento.

Realidade local 

Dados da Secretaria de Saúde mostram que Itaúna possui cerca de 200 pessoas vivendo com HIV/Aids atualmente e outras 80 com hepatites virais, sendo o segundo município na regional de Divinópolis em notificações.

A média anual de novos casos varia entre 12 e 20 pessoas. Os números estão estáveis, assim como no resto do país, não apresentando diminuição ou aumento significativos. O número de homens infectados, principalmente jovens, é maior que o número de mulheres.

A camisinha continua sendo a forma mais simples de proteção contra o HIV, Sífilis, HPV, Hepatites e outras ISTs. A prevenção combinada consiste no uso simultâneo de diferentes abordagens de prevenção, de acordo com as necessidades específicas de cada segmento populacional e de diferentes riscos de transmissão como: transmissão vertical (de mãe pra filho), usuários de drogas injetáveis.

Dados do Ministério da Saúde revelam que mais de 866.000 pessoas convivem com o HIV no Brasil atualmente

Apoio às PVHA em Itaúna (pessoas que vivem com HIV/AIDS)

SAE – Serviço de Assistência Especializada em HIV e Hepatites  – consultas médicas, exames de controle e medicação, atendimento com médico infectologista, menor tempo de espera para primeira consulta e retorno.

Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e treinamento das equipes da Atenção Básica para a realização de teste rápido para HIV, Sífilis,Hepatites B e C, permitindo  o diagnóstico precoce