NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 13 de agosto de 2020

 

Novo horário de funcionamento do comércio passa a valer a partir de quinta-feira (30) – Foto: Giovani Santos/ Divulgação

 

O Comitê de Enfrentamento à Covid-19 definiu nesta terça-feira (28), pela alteração no horário do comércio em Divinópolis. A decisão ocorreu após uma reunião com representantes do Sindicato do Comércio Varejista de Divinópolis (Sincomércio), que já havia sugerido a alteração do horário comercial que tem sido praticado de 10h às 16h. Segundo a Prefeitura, o novo horário começa a vigorar na próxima quinta-feira (30). Uma portaria com a nova regra será publicada pelo Executivo ainda nesta quarta-feira (29).

Outra mudança foi em relação aos setores de alimentação. Agora, os estabelecimentos estão autorizadas a voltarem com o self-service de produtos específicos, como as padarias, que poderão oferecer o self-service, desde que forneçam luvas individuais para os clientes. Os restaurantes poderão reabrir durante à noite. O comitê definiu o horário de 7h às 18h para lanchonetes e restaurantes diurnos e das 18h às 23h para restaurantes e lanchonetes noturnos.

 

Horário comércio

Ainda conforme a Prefeitura, o comitê atendeu a uma reivindicação do presidente Gilson Amaral do Sincomércio, que representa cerca de 16 mil comerciários e 4 mil estabelecimentos em Divinópolis.

Gilson Amaral, falou sobre a proposta apresentada à Prefeitura. Conforme Amaral, o horário de funcionamento atual não era ideal para o setor. No entanto, por conta da pandemia, a proposta que foi acatada, irá possibilitar que o comércio tenha mais condições para se recuperar financeiramente.

“Essa proposta se torna ideal em que estamos vivendo esse momento atípico. A gente sabe que nós não conseguimos agradar a todos e por questões de aglomeração de pessoas no trânsito, principalmente, no transporte público, não conseguimos a princípio estender esse horário para além das 16h”, explicou.

 

Dia dos Pais

Segundo o comitê, não haverá liberação do comércio aos sábados, contudo, terá uma exceção para o sábado (8) que antecede o Dia dos Pais.

“É, junto com o Natal, a data que o comércio registra os maiores índices de venda. É importante reforçar para a população que, caso saiam de casa para comprar presentes, já saiam com destino certo, evitando aglomerações no Centro e prezando pela saúde de todos. Da mesma forma, os estabelecimentos continuarão com as medidas protetivas”, confirmou Gilson.

Entenda o caso

Desde o incio da pandemia, em março, o comércio em Divinópolis está com horário restrito de funcionamento. A princípio, somente serviços essenciais foram autorizados a funcionar. No entanto, em abril a Prefeitura deliberou a volta de alguns outros setores comerciais.

Na ocasião, foram liberadas lojas de vestuário, calçados e acessórios. Clínicas de estérica e salões de beleza também desde que adotadas as medidas de segurança. No dia 18 de maio, as atividades no comércio foram autorizadas a funcionarem entre 10h e 20h e o uso de máscara passou a ser obrigatório na cidade.

O mesmo decreto previa ainda que os atendimentos em academias de ginásticas deveriam ser feitos, exclusivamente, entre 6h e 22h. Contudo, esse escalonamento de funcionamento do comércio durou até junho. Ainda o mês de junho, a Prefeitura permitiu que os bares e restaurantes que até então estavam proibidos de funcionar, também retomasse as atividades. O funcionamento foi estabelecido através do decreto 13.821.

O documento determina que restaurantes estão autorizados a funcionar de domingo a sábado, das 8h às 15h. Já as pizzarias, hamburguerias, lanchonetes e afins podem funcionar das 18h às 23h, no mesmo período.

 

Do G1