NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 7 de julho de 2020

Foto: Gizele Moreira/Divulgação

 

Em meio à pandemia de coronavírus, exemplos de solidariedade têm se destacado em diversas regiões do Brasil. Em Itaúna, uma microempresária que se colocou à disposição para produzir e distribuir máscaras para hospitais da região tem feito um apelo para a doação de elásticos. Isso porque o estoque só é suficiente até a próxima terça-feira (4) e, se novos produtos não chegarem até lá, a produção terá que ser paralisada.

Dona de uma confecção de biquínis, há duas semanas Gizele Moreira suspendeu as atividades devido às medidas restritivas e, nesse período, redirecionou o trabalho para a produção das máscaras. “Já entreguei mais de 4.500 máscaras nesse período. Eu que corto e costuro. Parei toda a confecção porque queria ajudar de alguma forma”, explicou a empresária.

Com a ajuda de amigos, ela conseguiu arrecadar R$ 1.000 por meio de uma vaquinha para a compra do material. A empresária se colocou à disposição para fornecer máscaras para o Hospital Manoel Gonçalves, o único localizado em Itaúna. “Todos os dias, entrego entre 400 e 500 máscaras para eles. Nas sextas-feiras, são 600 para atender o fim de semana”, explica, informando que, devido à falta do material no mercado, a instituição de saúde conta exclusivamente com a ajuda dela para continuar atendendo os pacientes com segurança.

Para dar conta da demanda, Gizele conta com a ajuda de oito costureiras da cidade. “Eu começo a trabalhar às 7h. Pego o material e corto (no formato das máscaras), e distribuo para elas costurarem também. Depois, recolho, faço a contagem e o pessoal do hospital vem aqui na minha casa buscar”, explica. Além de doar o tempo, a empresária também arca do próprio bolso com o combustível para deixar o material na casa das costureiras e fornece também a linha usada para costurar as máscaras. “Não posso mais (colocar recursos) e conto com a ajuda de todo mundo”, diz.

Além de ajudar o Hospital Manoel Gonçalves, a empresária também tem ajudado outras instituições, como um asilo localizado em Itatiauçu – foram doadas 50 máscaras –, além da Fundação Frederico Ozanan, localizada em Itaúna. Nesta segunda-feira (6), Gizele também vai doar 1.000 máscaras para o Hospital Sofia Feldman, localizado em Belo Horizonte.

Quem quiser ajudar a empresária pode entrar em contato pelo telefone (37) 9.9845.5094 ou acessar a página da confecção dela no Instagram (@gimoreiramodapraia)

Por: O Tempo