NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 23 de junho de 2021

equador melhor viver

 

 

 

 

 

O Equador foi eleito por estrangeiros o melhor país para se viver, segundo uma pesquisa realizada pela InterNations, organização especializada em oferecer informações para que pessoas tenham uma rápida adaptação ao se mudarem para um novo país.

O país sul-americano aparece no topo do ranking da pesquisa pelo segundo ano consecutivo, superando o México, que ocupa a segunda colocação. Malta, Cingapura, Luxemburgo, Nova Zelândia, Tailândia, Panamá, Canadá e Austrália completam os dez primeiros lugares.

O Brasil, porém, aparece apenas na 57ª posição entre os 64 países classificados. Nigéria, Grécia e Kuait ficaram com as últimas colocações.

De acordo com a InterNations, a qualidade de vida é uma das razões para que o Equador ocupe a liderança do ranking. Entre os entrevistados, 91{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} se disseram satisfeito com o custo de vida no país sul-americano e 80{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} afirmaram que não têm problemas com as finanças pessoais.

A pesquisa mostrou, também, que 94{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} dos estrangeiros que vivem no Equador classificaram de forma positiva as opções de lazer do país, enquanto a maioria afirmou que está satisfeita com as relações sentimentais.

O ponto negativo é que 59{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} dos entrevistados disseram que ganhavam um salário maior no país de origem que no Equador. É o contrário de Malta, terceira colocada no ranking, que obteve os melhores resultados nos quesitos que abordavam trabalho e emprego.

O estudo foi realizado com 14 mil participantes de 196 países. A maioria dos que hoje vivem no Equador são cidadãos norte-americanos (56{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}) com idade média de 59,1 anos.