NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 19 de junho de 2021

conselho tutelar

 

 

 

 

 

 

 

 

Aconteceu na manhã desse domingo (04) na Escola Municipal Augusto Gonçalves de Melo a eleição dos candidatos ao posto de conselheiro tutelar do Município de Itaúna.

A eleição deste ano foi unificada em todo o País para a escolha dos cinco membros, eleitos pela comunidade de cada município, para acompanharem as crianças e adolescentes e decidirem em conjunto sobre qual medida de proteção para cada caso.

O comparecimento às urnas foi uma das grandes surpresas desta eleição, prova de que os candidatos fizerem realmente uma boa campanha. Em meses anteriores o Ministério Publico havia solicitado ao Cartório Eleitoral de Itaúna, o fornecimento de urnas eletrônicas para a votação, este por sua vez se reportou ao TRE- MG fazendo a solicitação da liberação das mesmas, mas recebeu negativa por parte TRE-MG,   sob justificativa  de que as urnas não seriam liberadas para nenhuma cidade do país.

Um segundo problema a afetar o processo eleitoral foi a ausência de todos os convocados para acompanhar a eleição, os mesários que de um total de 36 convocados apenas 16 compareceram, tornando o processo lento e inseguro. As sessões foram distribuídas por ordem alfabética com 3 letras para cada sessão. Como há uma grande diferenciação de nomes e com destaque para algumas iniciais, algumas sessões ficaram com um grande número de eleitores, mas sem capacidade de atendimento. O que começou a gerar uma demora e insatisfação dos eleitores, para tentar minimizar a situação os organizadores do processo eleitoral entenderam por bem liberar todas as sessões para todos os eleitores, sem necessidade de acompanhar a distribuição alfabética. O que era para ser uma solução se transformou em um novo problema pois cabos eleitorais, familiares e amigos de candidatos foram acusados de votarem por mais de uma vez em várias sessões. Muitas foram as acusações que chegaram ao jornalismo da Santana FM, dentre elas votos em duplicidade, participação de mesários impedidos por relação próxima a candidatos, cédulas já marcadas foram da zona eleitoral e o vídeo (confira abaixo) que flagra um dos eleitores votando em duplicidade.

Durante o processo eleitoral abriu-se uma sala destinada ao preenchimento de um requerimento onde o eleitor informava que seu nome não constava na lista de votação do TRE, e assim declarava que ali estava para votar em determinado candidato, mas data a fragilidade da segurança e a inexperiência dos mesários que em alguns casos nem sabia quem eram os candidatos o mesmo eleitor que preencheu o requerimento foi a urna em sua sessão e votou normalmente mais uma vez em seu candidato. O pior é que alguns dos próprios candidatos votaram em si, mais de uma vez, aproveitando a oportunidade dada pela liberação de votos em qualquer uma das sessões depois que se constatou demora na votação por sessão nomeada pela letra, vale ressaltar que alguns deles votaram proposital e conscientemente para provar o que estava acontecendo naquele momento, em que muitos votavam por mais de uma vez. 

Alguns candidatos afirmaram que irão hoje apresentar denúncia ao Ministério Público, contra aquilo que consideram um processo falho e fraudulento de votação que pode até, não alterar o resultado da eleição, mas que não confere lisura e honestidade no resultado final.

O responsável pela condução de todos o processo junto ao CMDCA (Conselho Municipal dos direitos e do Adolescente) Paulo Henrique, não foi encontrado pela nossa reportagem, segundo nos informaram Paulo que também trabalha no Poliesportivo JK, tem a segunda feira como dia de folga sendo assim não atende o celular em hipótese alguma. Segundo apuramos a Comissão organizadora responsável pelo processo unificado para o pleito 2015 irá se reunir nesta semana para avaliar o processo eleitoral e informar e divulgar com publicação no diário oficial o resultado final da votação.

A Rádio e Portal Santana FM, teve acesso a uma lista NÃO OFICIAL do resultado apurado no local ao fim do processo eleitoral que, segundo levantamos, não irá diferir muito do oficial, mas que poderá ser impugnado se o Ministério Publico entender que houve fraude no processo eleitoral.

1º –  MARCELA – 498 VOTOS

2º –  GLEISSON – 311 VOTOS

3º –  MICHELE  –  236 VOTOS

4º –  CLÉSIA – 227 VOTOS

5º – BINHO –  201  VOTOS  

6º –  DENISE – 193 VOTOS

7º –  ANA LUIZA – 177 VOTOS

8º  –  LUIZ – 170 VOTOS

9º – ROGERIANE – 169 VOTOS

10º – MONIQUE – 138 VOTOS 

 

 

Clique aqui e veja o video

 

Clique aqui e veja o video 2

votacao cons 1

votacao cons 2

votacao cons 3