NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 17 de setembro de 2019

Fonte: Globoesporte / Foto: Internet

 

A atitude de alguns garotos do time de futsal do Colégio Mais em Luz, repercutiu na internet. Seguindo o bom exemplo dos torcedores do Japão na Copa do Mundo no Brasil, os garotos da cidade de Luz no centro-oeste mineiro, limparam a sala usada como alojamento e deixaram um recado de agradecimento após disputarem uma etapa dos Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg) no município de Oliveira. Para o professor de Educação Física da escola, Diego Paulino, é o foco do trabalho: carinho, respeito e gratidão.

 

O Colégio Mais tem três anos de fundação e participou neste ano pela primeira vez do Jemg, na modalidade de futsal masculino. A disputa foi na etapa microrregional, disputada na cidade de Oliveira, que terminou no último fim de semana. O colégio conquistou a medalha de bronze do módulo I.

 

Durante cinco dias, os garotos com idades entre 13 e 17 anos, ficaram alojados na Escola Estadual Francisco Fernandes. Antes de voltar para casa, limparam toda a sala de aula em que se acomodaram e deixaram uma mensagem em agradecimento pela forma como foram recebidos.

 

Agradecimento deixado pelos alunos. Foto:Arquivo Pessoal/ Diogo Pereira Fonte: Globoesporte

 

O colégio foi criado para fazer um trabalho diferenciado. A gente foca muito no respeito, gratidão. Fomos muito bem recebidos e o pessoal nos acompanhou durante os cinco dias. Conversando com os meninos, pensamos em fazer algo. Quando chegamos, a sala estava arrumada e limpa. O mínimo era devolver do jeito que recebemos. Resolvemos fazer um cartão, mas como não tínhamos o cartão, fizemos no quadro uma surpresa para a pessoa que fosse arrumar. Estaríamos mostrando gratidão pela forma como fomos recebidos – explicou o professor.

 

Esta não foi a primeira vez que os alunos praticaram boas ações. O professor de educação física contou que o colégio foi convidado para uma competição em Bambuí. Depois de usar a arquibancada do ginásio, os alunos voltaram e deixaram o local limpo.

 

A gente procura trabalhar desta forma. Pequenas atitudes que podem mudar. A ideia é fazer nossa parte e esperar que sirva de exemplo para as outras pessoas. Quem sabe as outras delegações não começam a fazer e ter mais gratidão, carinho quando voltar? – ressaltou Diego.

 

A diretora da Escola Estadual Francisco Fernandes, onde os garotos de Luz ficaram hospedados, Edna Gorete Rodrigues, comentou que foi a primeira vez que receberam alunos do Jemg e que a atitude também foi uma experiência nova.

 

Parecia que eram nossos alunos. Trocamos informações sobre as cidades e tivemos um entrosamento muito bacana. Quando vimos a mensagem, ficamos muito emocionados e felizes com esse reconhecimento – concluiu.