NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 20 de outubro de 2020

Foto: Internet

 

Mais duas parcelas do Bolsa Merenda, programa do governo do Estado de Minas Gerais, serão pagas a partir da próxima quarta-feira (16), informa o Executivo. Podem receber o benefício pessoas que “se enquadram na faixa de extrema pobreza, com renda de até R$ 89 por pessoa” e aquelas que “se encontram na faixa de pobreza, com renda de até R$ 178 por pessoa”, explica o governo em nota.

 

“O programa, criado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), tem objetivo de reduzir os impactos da paralisação das aulas presenciais na rede estadual e a inviabilidade de acesso à merenda escolar, devido à pandemia. Desde abril, o Estado paga R$ 50 mensais para estudantes da rede estadual, inscritos no CadÚnico, que se enquadram em situação de extrema pobreza”, diz o texto.

 

Conforme divulgado pelo Executivo, com a ampliação do programa, no início de agosto, para famílias em situação de pobreza, serão contempladas pelo benefício temporário “466 mil estudantes”.

 

Famílias que foram contempladas na primeira etapa do programa receberão o benefício automaticamente nas contas digitais que criaram. Quem não participou, precisa realizar um cadastro para garantir o recebimento.

 

“Não serão emitidos cartões nesta fase do programa. Os pagamentos serão feitos de forma digital”, ressalta o governo, por meio do aplicativo PagSeguro.

 

Inscrições

 

O responsável pela família inscrito no CadÚnico deve se cadastrar no aplicativo PagBank, que aprovará ou não o pagamento do benefício.

 

A inscrição deve ser feita exclusivamente pela internet, a partir do aplicativo PagBank PagSeguro, disponível tanto para smartphones com Android, quanto para iPhones, ou pelo site https://cadastro.pagseguro.uol.com.br/.

 

“Porém, neste caso, é preciso concluir a abertura da conta no aplicativo efetuando o envio dos documentos (foto do RG ou CNH e selfie segurando este documento)”, informa o Executivo. A consulta de novos beneficiários aprovados para o programa pode ser feita pelo portal social.mg.gov.br/bolsamerenda ou pelo aplicativo MGapp.

 

Por: O Tempo