NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 16 de setembro de 2019

Um projeto aprovado pelo Fundo Estadual de Cultura, com apoio da Prefeitura Municipal de Itaúna vai registar com detalhes esta história em um livro, que tem previsão de lançamento para meados de 2020. Será montada uma exposição no Museu Municipal, que ficará 3 meses em cartaz, aberta à visitação pública, além de ser utilizada como instrumento de educação patrimonial para a rede estudantil da cidade.

Durante o lançamento do livro e da abertura da exposição, será encenada uma peça teatral que remonta ao início da história do teatro em Itaúna. A peça “A Esperteza do Rato” da dramaturgia portuguesa, foi encenada em Itaúna em 1877, contando, no elenco, com José João Rodrigues (o pai do Lique), Antônio do Bá (bisavô do atual Prefeito Municipal) e Flávio de Faria Santos (pai do Jubito). Esta montagem é o primeiro registro que se tem notícia, de uma montagem teatral com atores itaunenses e sua remontagem nos possibilitará voltar ao passado e conhecer um pouco da nossa história e da nossa origem cultural.

Patrimônio Imaterial

A História do Teatro de Itaúna foi registado como Patrimônio Imaterial do município pelo Conselho de Patrimônio Histórico e Artístico. A informação foi confirmada, nesta quinta (05), pela Associação Cultural Vânia Campos. A solicitação do registro partiu da Associação que por meio de uma ampla pesquisa, coletou dados, documentos e fotos que mostram a evolução do teatro na cidade, desde o final nos anos 1870, atestando a vocação da cidade para as artes e para a cultura.

O dossiê montado pela ACVC foi analisado e acatado pelo CODEMPACE e o registro deste bem cultural imaterial foi aprovado por unanimidade em reunião, como patrimônio de Itaúna. O decreto foi assinado pelo prefeito, Neider Moreira. De acordo com a associação, este registro vai trazer divisas para o município, através do ICMS cultural e vai abrir portas para várias ações culturais com possibilidade de captação de verbas públicas que incentivam a valorização do patrimônio cultural do nosso povo.