NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 25 de novembro de 2020

 

O sexto andar do Hospital de Pronto Socorro João XXIII, no bairro Santa Efigênia, região Centro-Sul de Belo Horizonte, foi isolado após nove pacientes das enfermarias serem diagnosticados com coronavírus. Eles foram tranferidos para o Hospital Eduardo de Menezes, na região do Barreiro, que é especializado no tratamento à doença.

Segundo a Fundação Hospital do Estado de Minas Gerais (Fhemig), que administra ambas unidades, assim que o paciente fonte foi identificado, ele foi transferido, o que foi feito com os demais enfermos diagnosticados durante a semana. Profissionais de saúde também foram testados, assim como outros doentes, mas não houve mais resultados positivos.

De acordo com a fundação, o respectivo andar foi isolado como uma medida de contenção. Não há outros registros de Covid-19 no hospital. “Além do isolamento imediato, foi feita a desinfecção terminal das enfermarias do andar e foi aumentado o prazo de troca de acompanhantes, de 24 para 48 horas, para evitar a circulação de pessoas que têm contato externo”, informou.

Em nota, a Fhemig disse que seus servidores são treinados com os mesmos protocolos das unidades de referência para atendimento à Covid-19, já que muitos pacientes apresentam o diagnóstico para a doença em hospitais como o João XXIII.

“Destaca-se ainda que o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) não possuem distinção entre as unidades, sendo que a recomendação de uso varia conforme a complexidade do paciente. Ou seja, mesmo não sendo referência, o João XXIII está apto para tratar pacientes com a doença”, concluiu.

Por O Tempo