NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 14 de junho de 2021

 

reduçao consumo agua

 

 

 

 

O Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) prorrogou por mais 60 dias a situação de restrição de consumo, decretada em 9 de abril, nos três subsistemas que se abastecem da bacia hidrográfica do rio Paraopeba: Rio Manso, Serra Azul e Várzea das Flores. A portaria foi publicada nesta quinta na imprensa oficial do Estado, o “Minas Gerais”, e determina que o uso da água está limitado até, pelo menos, 9 de agosto.

Com o decreto mantido no sistema Paraopeba, segue a restrição de captação de água nos três reservatórios que o compõem. A redução é de 20{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} para consumo animal e humano, 25{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} para a irrigação, 30{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} para mineração e indústria e 50{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} para demais usos. A medida foi inicialmente adotada porque os reservatórios que abastecem a região metropolitana de Belo Horizonte estavam baixos e poderiam não suportar a retirada de água até o fim da estação seca, em setembro.

Em maio, foram registrados volumes recordes de chuvas na capital e região, mas, mesmo assim, a restrição foi renovada por 30 dias. Na época, o volume do Paraopeba estava com 39{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} de sua capacidade. Quase um mês depois, o volume do sistema estava nesta quinta em 37,8{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}, queda de 1,2{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b}.

Para agravar a situação, o rio das Velhas entrou, no dia 20 de maio, em estado de atenção, por apresentar baixa vazão em sete dias seguidos. O manancial, que garante 60{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} da água em Belo Horizonte, está ameaçado e pode ter o mesmo destino de restrição do Paraopeba.

O estado de atenção do rio das Velhas é consequência de baixa vazão nas estações Honório Bicalho – que abrange Belo Horizonte, Nova Lima, Itabirito, Sabará, Rio Acima e Raposos – e Santo Hipólito – que engloba Corinto, Morro da Garça, Curvelo, Cordisburgo, Inimutaba, Augusto de Lima, Buenópolis, Santo Hipólito, Presidente Juscelino, Monjolos, Santana de Pirapama, Gouvêa e Diamantina.

Nesta semana, a estação Jequitibá também entrou em estado de atenção, abrangendo os municípios de Araçaí, Capim Branco, Matozinhos, Pedro Leopoldo, Prudente de Morais, Ribeirão das Neves, Funilândia, Jequitibá, São José da Lapa, Vespasiano, Confins, Baldim, Lagoa Santa, Santa Luzia, Jaboticatubas e Taquaraçu de Minas.

Segundo levantamento do Igam, um total de nove trechos em todo o Estado encontra-se em estado de atenção, entre ele os rios Piranga, Preto, Piracicaba e Suaçuí Grande.