NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 23 de maio de 2019

 

Portal Centroeste

Após 45 anos, a imagem de São Francisco de Paula retornou para o município de Divinópolis. A peça, que estava em Pitangui, foi entregue pelo Museu Histórico da cidade, através do cumprimento de uma decisão liminar, concedida pela Justiça Comum, na Ação Civil Pública do Ministério Público Estadual.

A origem da história

O bispo diocesano, Dom José Carlos explicou que a imagem está confiada ao Instituto Histórico de Pitangui desde o ano de 1974, quando Pe. Evaristo, então parco da Catedral, com a ciência do bispo da época, Dom Cristiano Portela, confiou essa e outras peças do município pitanguense, para que se pudessem constituir, sob o olhar da Igreja, um museu sacro, com o objetivo de juntar artigos importantes e históricas da Diocese de Divinópolis.

“Depois de algum tempo, essas peças, digamos de posse da Diocese, foram então para este Museu Municipal de Pitangui e de lá para cá, elas foram cuidadas como peças do local. Já há alguns anos, ainda no tempo de Dom Belvino, se fez um trabalho de recuperar e trazer de volta para Divinópolis essa imagem (…) Após muitos esforços, seja de Dom Belvino, de Dom Tarcísio e nossos, ultimamente, conseguimos que isso acontecesse”, explicou Dom José Carlos.

Retorno

Dom José Carlos ressaltou que o mais importante é entender que nessa situação, não se trata de uma demanda entre cidades ou paróquias, mas sim de devolver à Catedral e à Divinópolis uma peça que pertence e é importante ao município.

“O importante aqui não é criar nada no sentido de que houve vencedores e vencidos. Não. Aqui se trata de reconhecer que uma peça volta às suas origens, depois de muito bem cuidada pelo museu – e agradecemos imensamente por isso – ela agora volta ao lugar onde ganhou história, beleza, um caráter marcadamente religioso, porque fez parte da história dessa matriz do Espírito Santo e de São Francisco de Paula, que mais tarde se tornou a Catedral” ressaltou.

O futuro da imagem

O bispo diocesano acredita que o retorno da imagem de São Francisco de Paula tenha sido de forma definitiva, porém, por ser através de uma liminar, Dom José Carlos afirmou que tem ciência que ainda haverão processos judiciais de verificação.

A imagem e todo o museu da Catedral do Divino Espírito Santo, situada no centro de Divinópolis, podem ser visitados aos domingos, após a realização da missa das 9h.