Imunização de crianças: Itaúna recebe 3º lote de vacinas

25/01/2022 | Itaúna

Ao todo a região Centro-Oeste recebe 26.280 doses – Foto LILLIAN SUWANRUMPHA / AFP

 

 

O governo de Minas Gerais iniciou, nesta segunda-feira (24), a distribuição de uma nova remessa de vacinas da CoronaVac pediátrica. O quantitativo é destinado à aplicação de primeira e segunda doses (D1 e D2) em crianças de 6 a 17 anos no estado.

 

É o 3º lote de vacinas com 1.600 doses que Itaúna recebe para vacinar os pequenos. O município tinha recebido dois lotes de vacinas Pfizer pediátrica, o primeiro com 430 doses e o segundo na semana passada com mais 420 imunizantes, totalizando agora 2.470 doses, sendo 870 da Pfizer e 1.600 da Coronavac.

 

A distribuição para as regionais no Centro-Oeste começou nesta terça-feira (25). Ao todo a região recebe 26.280 doses do imunizante. A CoronaVac foi aprovada pelo Ministério da Saúde para vacinar crianças de 6 a 17 anos no país, desde que não sejam imunocomprometidos.

 

(Veja abaixo a orientação técnica para este público)

 

Doses por municípios

 

 

Doses distribuídas para a SRS de Divinópolis

Municípios CoronaVac
Aguanil 80
Araújos 200
Arcos 700
Bambuí 360
Bom Despacho 880
Camacho 60
Campo Belo 920
Cana Verde 100
Candeias 220
Carmo da Mata 200
Carmo do Cajuru 440
Carmópolis de Minas 340
Cláudio 560
Conceição do Pará 100
Córrego Danta 60
Córrego Fundo 120
Cristais 280
Divinópolis 4.020
Dores do Indaiá 200
Estrela do Indaiá 60
Formiga 1.040
Igaratinga 240
Iguatama 120
Itaguara 240
Itapecerica 340
Itatiaiuçu 240
Itaúna 1.600
Japaraíba 100
Lagoa da Prata 960
Leandro Ferreira 60
Luz 300
Martinho Campos 240
Medeiros 80
Moema 140
Nova Serrana 2.660
Oliveira 720
Onça de Pitangui 80
Pains 140
Pará de Minas 1.680
Passa Tempo 120
Pedra do Indaiá 80
Perdigão 280
Piracema 100
Pitangui 540
Santana do Jacaré 80
Santo Antônio do Amparo 360
Santo Antônio do Monte 540
São Francisco de Paula 120
São Gonçalo do Pará 240
São José da Varginha 100
São Sebastião do Oeste 160
Serra da Saudade 20
Tapiraí 40
TOTAL 23660

 

 

 

Nota técnica

 

A nota técnica, com orientações especiais para crianças e adolescentes, de 6 a 17 anos, afirma que será administrada a mesma dosagem já usada em adultos, com intervalo de 28 dias entre a primeira e a segunda aplicação para completar o esquema vacinal. As recomendações são:

 

1 – Que a vacinação de crianças seja realizada em ambiente específico e segregado da vacinação de adultos, em espaço acolhedor e seguro para a população específica. Não havendo disponibilidade de infraestrutura para essa separação, que sejam adotadas todas as medidas para evitar erros de vacinação. Ressaltamos que erros programáticos são os maiores eventos adversos que têm ocorrido nos diversos países que iniciaram a imunização em crianças;

 

2 – Que a vacina contra a Covid-19 não seja administrada de forma concomitante a outras vacinas do calendário infantil, por precaução, sendo recomendado um intervalo de 15 dias;

 

3 – Que os profissionais de saúde, antes de aplicarem a vacina, informem ao responsável que acompanha a criança sobre os principais sintomas locais esperados;

 

4 – Que os profissionais de saúde, antes de aplicarem a vacina, mostrem ao responsável que acompanha a criança que se trata da vacina CoronaVac contra a covid-19 e seja mostrada a seringa a ser utilizada e o volume a ser aplicado;

 

5 – Que os centros/postos de saúde e hospitais infantis estejam atentos e treinados para atender e captar eventuais eventos adversos pós- vacinais em crianças; e

 

6 – Que seja adotado um programa de monitoramento, capaz de captar os sinais de interesse em farmacovigilância.

 

 

 

 

Veja também