NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 21 de abril de 2021

Foto Divulgação Prefeitura de Itaúna

 

O Centro Oncológico de Itaúna completa um ano de atividades neste domingo, 07/02.

O Centro funciona efetivamente desde o final de 2020, devido à pandemia da Covid-19. É localizado nas dependências da Casa de Caridade Manoel Gonçalves de Souza Moreira e oferece procedimentos de mastologia, ginecologia, urologia, coloproctologia, cirurgia geral, câncer de pele e plástica, além de quimioterapia.

Até o momento, segundo a Prefeitura de Itaúna, o local foi responsável pelo atendimento de 122 pacientes. Por não possuir aceleradores lineares, indispensáveis nas sessões de radioterapia, portadores com esta prescrição continuam sendo encaminhados para Divinópolis.

O local é responsável por demandas de alta complexidade de pacientes da microrregião de Itaúna (Itaúna, Itatiaiuçu, Itaguara e Piracema) e da microrregião de Pará de Minas (Pará de Minas, Nova Serrana, Igaratinga, Onça do Pitangui, Leandro Ferreira, São José da Varginha, Pitangui e Conceição do Pará). Somadas as duas microrregiões (Itaúna e Pará de Minas), os benefícios alcançarão cerca de 300.000 pessoas.

Para ser atendido no Centro Oncológico, os encaminhamentos são realizados a partir de médicos da atenção primária ou secundária de saúde. Na sequência, os diagnósticos são direcionados ao Setor de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde, responsável por agendar os procedimentos junto ao Centro Oncológico e posterior retorno ao paciente.

Além das consultas, exames e procedimentos, também são disponibilizados, forma gratuita, medicamentos relacionados ao tratamento de quimioterapia. A equipe da unidade é composta por médicos oncologistas, cirurgiões, mastologistas, além de profissionais de enfermagem, farmácia, recepção e limpeza. Dados levantados pela Secretaria Municipal de Saúde mostram a existência de 96 pessoas em tratamento oncológico na cidade atualmente.

Aline Rabelo, filha de Conceição Aparecida Silva, paciente que iniciou a quimioterapia em outubro passado e foi a primeira a bater o sino da esperança após receber alta do tratamento, conta que ela e a mãe foram bem atendidas por toda a equipe.

“Nunca vimos um tratamento tão excepcional como o de lá, não só com minha mãe mas com todos os pacientes. Deu tudo certo graças a Deus e a eles. Torço para que, assim que possível, lá também possa oferecer a radioterapia, evitando a necessidade e o desgaste do deslocamento para outra cidade”, relatou.

Para o Prefeito Neider Moreira, o Centro Oncológico é, sem dúvidas, um dos marcos da saúde pública de Itaúna dos últimos tempos.

“Foram 10 anos de espera entre a ideia inicial e a inauguração no ano passado, trabalho que iniciei quando ainda era deputado. É muito gratificante saber como os benefícios desta unidade extrapolam os limites de Itaúna e beneficiam também pessoas de outras microrregiões. Sem falar no acolhimento e conforto para pacientes e familiares, além da qualidade de trabalho para profissionais envolvidos nestes tratamentos. Já estamos colhendo bons frutos dos atendimentos realizados no local e esperamos que este seja apenas o primeiro de muitos anos de boas notícias que ainda teremos com este Centro”, finalizou.