NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 16 de setembro de 2019

Fonte: O Tempo

 

Militares do Corpo de Bombeiros estão empenhados em combater incêndio de grandes proporções que atinge a fábrica de tintas Graal, localizada na rua Gracyra Resse de Gouveia, número 2.000, em Betim, na região metropolitana de Belo Horizonte, na tarde desta terça-feira (3). A fábrica está localizada às margens da BR-381.

 

Até agora, não há registro de vítimas. Pelo menos oito viaturas foram deslocadas até o local para atender a ocorrência. Segundo a corporação, 33 homens trabalham no local.

 

Os bombeiros informaram que foram queimados 1.000 quilos de resina. O fogo ainda pode atingir dois tanques de 15 mil litros de solvente. O local está isolado. A parte que não foi afetada está sendo resfriada.

 

Capitã do Corpo de Bombeiros, Thaíse Rocha informou que a fumaça é tóxica, mas que não há risco para a população, uma vez que se dissipa rapidamente.

 

Segundo ela, os militares trabalham no local para confinar o fogo. “Estamos resfriando as paredes e tomando todas as precauções para que esse fogo não atinja um tanque de etanol que está no local. O material é muito inflamável, pois a fábrica é de tintas e solventes. Por isso, há tanto barulho de explosões”, relata.

 

Ninguém da fábrica quis conversar com a reportagem, que esteve no local.

 

De acordo com a capitã, no momento do incêndio, a fábrica já havia se fechado, e havia apenas uma pessoa no interior dela, que conseguiu sair sem ser atingida.

 

“Nós estamos trabalhando para resfriar as paredes e evitar que outras empresas, com material inflamável, possam ser atingidas pelo fogo”, falou.