NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 29 de novembro de 2020

esclarecimento policia civil

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Delegado da Polícia Cívil esclarece investigação sobre o  casal

Paulo Cesar Faria Borges e Mariana Elias Lança

 

A Polícia Civil do Estado de Minas Gerais, por intermédio da Delegacia de Tóxicos de Itaúna, nas atribuições constitucionais da investigação criminal vem à tona prestar nota acerca das prisões de Mariana Elias Lança e Paulo César Faria Borges.

 

No dia 28 de fevereiro, o mencionado casal foi conduzido a Delegacia de Polícia pela Polícia Militar, sob a suspeita da prática de posse de entorpecentes para o consumo próprio e tráfico, respectivamente. Na oportunidade foram apreendidos 05 mudas de “maconha”, aproximadamente 50g da mencionada droga e uma balança de precisão, fato este que foi noticiado por alguns órgãos da imprensa, redes sociais e aplicativos de smarthphone.

 

Já por ocasião da condução à Delegacia, o Delegado plantonista, acertadamente, não ratificou as prisões por ausência de elementos que comprovassem os crimes.

 

No decorrer das investigações, remanesceu clara a inocência da investigada, sendo que sequer dependente química é e, por usa vez seu companheiro, jamais foi traficante de drogas, mas tão somente usuário há vários anos, sendo que a balança encontrada na cozinha era referente à culinária, eis serem eles proprietários de um restaurante e ele, especificamente, chefe de cozinha.

 

Em razão de que ambos foram prejudicados por serem figuras públicas, bem como o fato da Polícia Civil estar atrelada a fatos e consequentemente a verdade real dos fatos, as informações ora prestado tem o objetivo de esclarecer o ocorrido e ponderar que ambos não foram indiciados, bem como o inquérito foi remetido com sugestão de arquivamento.

 

Weslley Amaral de Castro – Delegado de Polícia de Tóxicos.

 

Obs: Vale salientar que quando da prisão do referido casal as informações obtidas pela imprensa e concomitantemente reproduzidas pelas redes sociais , informavam que o casal havia sido preso pelo crime de tráfico, cujos fatos foram esclarecidos.