Itaúna receberá mais de R$100 mil para o controle do Aedes Aegypti

3/03/2022 | Centro-Oeste

Repasse feito pela SES-MG visa que as cidades possam elaborar estratégias – Foto Getty Images

 

 

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) repassou mais de R$ 2 milhões para que municípios do Centro-Oeste de Minas possam elaborar estratégias para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti e qualificar as redes de atendimento. Itaúna receberá R$ 109.462,30

No último boletim epidemiológico divulgado pela pasta, a região registrou 457 casos prováveis de dengue, 5 casos prováveis de chikungunya e nenhum caso provável de zika.

“Os incentivos financeiros são muito importantes para que os municípios possam desenvolver suas estratégias, em nível local, tanto em relação à prevenção e eliminação de possíveis criadouros do Aedes, promover as ações de mobilização social e na estruturação da rede de atendimento”, disse a diretora de Vigilância de Agravos Transmissíveis, Marcela Lencine Ferraz.

 

 

Veja abaixo as cidades e os valores de repasse:

Municípios Valor total parcela única (R$)
Serra da Saudade R$ 25.698,40
Onça de Pitangui R$ 27.836,80
Córrego Danta R$ 27.871,90
Leandro Ferreira R$ 27.903,40
Estrela do Indaiá R$ 28.141,90
Quartel Geral R$ 28.225,60
Pedra do Indaiá R$ 28.576,60
São José da Varginha R$ 29.571,10
Conceição do Pará R$ 29.979,70
Córrego Fundo R$ 30.743,80
São Francisco de Paula R$ 30.868,00
São Sebastião do Oeste R$ 31.176,70
São Roque de Minas R$ 31.368,40
Moema R$ 31.798,60
Maravilhas R$ 32.241,40
Passa Tempo R$ 32.251,30
Pains R$ 32.466,40
Capitólio R$ 32.796,70
Pimenta R$ 32.819,20
Araújos R$ 33.460,90
Igaratinga R$ 34.904,50
Perdigão R$ 35.579,50
São Gonçalo do Pará R$ 36.337,30
Martinho Campos R$ 37.098,70
Dores do Indaiá R$ 37.084,30
Papagaios R$ 39.220,00
Luz R$ 41.431,30
Carmópolis de Minas R$ 42.603,10
Itapecerica R$ 44.584,90
Carmo do Cajuru R$ 45.423,70
Abaeté R$ 45.925,00
Bambuí R$ 46.508,20
Santo Antônio do Monte R$ 50.584,30
Cláudio R$ 50.973,10
Pompéu R$ 53.831,50
Piumhi R$ 56.426,20
Arcos R$ 61.342,00
Oliveira R$ 62.656,00
Bom Despacho R$ 70.925,20
Lagoa da Prata R$ 72.439,90
Formiga R$ 86.039,80
Itaúna R$ 109.462,30
Pará de Minas R$ 110.327,20
Nova Serrana R$ 119.968,00
Divinópolis R$ 241.367,20

A SES-MG aponta que para fortalecer e sensibilizar os profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem no manejo clínico do paciente, foram ofertadas qualificações virtuais, no mês de fevereiro.

“A Secretaria também realiza análises sistemáticas dos bancos oficiais de notificação e acompanhamento de indicadores de transmissão nos diferentes municípios do território mineiro e com avaliação de cenário de risco constante junto ao Comitê de Enfrentamento das Arboviroses e Comitês Regionais de Enfrentamento as Arboviroses”, finalizou Marcela.

 

Boletim

Até 22/02, Minas Gerais registrou 6.298 casos prováveis (casos notificados exceto os descartados) de dengue. Desse total, 1.940 casos foram confirmados para a doença. Um óbito foi confirmado pela doença no estado, e dois óbitos são investigados, até o momento.

Em relação à chikungunya, foram registrados 401 casos prováveis da doença e, dos quais 37 foram confirmados. Até então, não há nenhum caso de óbito confirmado, ou mesmo investigado, por chikungunya em Minas

Sobre o vírus zika, foram registrados 12 casos prováveis, sendo dois confirmados para a doença. Também não há óbitos por zika em Minas Gerais até o momento.

Por G1

Veja também