NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 14 de junho de 2021

Governo de MG havia anunciado a volta às aulas presenciais em outubro do ano passado – Foto: Reprodução/ Internet

 

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) decidiu pelo retorno das aulas presenciais na rede estadual, em audiência nesta quarta-feira (10).

 

Os desembargadores votaram em unanimidade contra o mandado de segurança impetrado pelo Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sindi-UTE) que impediu retorno presencial às aulas na rede estadual.

 

O sindicato disse estar perplexo com a decisão. “Estamos em mais um momento de agravamento da crise sanitária em nosso Estado, com o constante crescimento do número de casos em toda Minas Gerais, inclusive com a chegada de novas cepas da doença, o que ensejaria na necessidade de manutenção da medida e não o contrário, conforme foi decidido”, diz a entidade em comunicado publicado em seu site oficial.

 

O governo do Estado havia anunciado a volta às aulas presenciais em outubro do ano passado nas regiões que estavam nas ondas verde e amarela do programa Minas Consciente. Porém, a questão foi judicializada, e o desembargador Bitencourt Marcondes suspendeu o retorno das atividades presenciais e pediu que o governo estadual apresentasse um plano de prevenção do contágio do coronavírus.

 

 

 

 

 

Por O Tempo