NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 20 de junho de 2021

volta legiao urbana

 

 

 

 

Integrantes da extinta Legião Urbana, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá se reuniram e anunciaram na noite deste domingo (6) o retorno aos palcos para uma turnê em comemoração aos 30 anos do primeiro disco da banda. Os músicos ressaltaram, no entanto, que ninguém irá substituir Renato Russo, líder do grupo que morreu em 1996.

“A gente está com essa ideia, com essa motivação desses 30 anos do primeiro disco, de finalmente montarmos um espetáculo bacana, de colocarmos músicos para tocar com a gente”, disse Villa-Lobos em entrevista ao “Fantástico”, da TV Globo.

Segundo a banda, a ideia é colocar o ator André Frateschi, que apareceu como provável substituto de Russo, como “mestre de cerimônia”. “Na verdade, só poderia ficar lá regendo a galera, porque será um fenômeno”, apostou Frateschi.

A banda está ensaiando no Rio de Janeiro e deverá fazer sua primeira apresentação somente em outubro. Os shows comemorativos serão divididos em duas partes: na primeira, a banda tocará o repertório do disco de 1985, e André Frateschi é quem irá cantar; na segunda, eles receberão convidados especiais.

“A gente vai chamar a maior galera, alguns amigos [para cantarem]. Temos também um grande parceiro, o primeiro que chegou, que é o Paulo Miklos”, disse Bonfá. “Será uma grande honra. Eu sou apenas mais um ‘legionário’ nessa legião de fãs enorme no Brasil inteiro”, avaliou Miklos.

 A mãe de Renato Russo, Carmen Manfredini, disse que não acompanha os trâmites jurídicos sobre quem tem direito à marca “Legião Urbana” e que tudo isso está nas mãos de seu neto Giuliano Manfredini, filho de Russo. “Já estou naquela fase de que eu não sei de nada. Mas, quem é fã, fã mesmo, vai sentir a diferença. Existem muitos cantores que imitam o Junior por aí”.

Em outubro de 2014, a Justiça do Rio de Janeiro autorizou o baterista Marcelo Bonfá e o guitarrista Dado Villa-Lobos a usarem a marca “Legião Urbana” apenas para atividades profissionais como músicos. Para todos os outros fins, a marca é controlada pela empresa “Legião Urbana Produções Artísticas”, de Giuliano Manfredini. Procurado, Giuliano disse, por meio de sua assessoria, que prefere não se manifestar.

“Por certo, os autores são ex-integrantes da banda e contribuíram durante toda a sua existência, em nível de igualdade com Renato Russo, para todo o sucesso alcançado. Assim sendo, não parece minimamente razoável que não possam fazer uso de algo que representa a consolidação de um longo e bem sucedido trabalho conjunto – reconhecido por milhões de fãs…”, disse a decisão judicial, que estabeleceu multa de R$50 mil caso Giuliano descumprisse a sentença.

André Frateschi é filho de Denise Del Vecchio e casado com Miranda Kassin. O casal fez vários shows em São Paulo interpretando canções de Amy Winehouse e David Bowie.

Em 2012, Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos tocaram juntos como Legião Urbana tendo nos vocais o ator Wagner Moura, em um show organizado pela MTV.