NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 23 de janeiro de 2020

Dados do primeiro Levantamento Rápido de Infestação do Aedes Aegypti (Liraa) de 2020 mostram índice de 5,7 – que representa alto risco de infestação. Os trabalhos de apuração foram realizados na semana passada, em todas as regiões da cidade, totalizando 1762 residências visitadas.

A situação é mais crítica nos seguintes bairros: Lourdes, Santo Antônio, Nogueira Machado, Nogueirinha, Centro, Graças, Universitário, Santanense, Aeroporto, Morada Nova I e II, Cidade Nova, Parque Jardim, Itaunense, Padre Eustáquio, Várzea da Olaria e Irmãos Auler. A prevalência dos focos está dentro das próprias casas, como em lixos domésticos, baldes, lonas, caixas d´água, vasos de plantas (principalmente bromélias), vaso sanitário, ralinhos, pneus, tambores e quintais, dentre outros.

Diante da combinação período chuvoso, altas temperaturas e grande quantidade de pessoas viajando em período de férias, está sendo intensificando o combate ao transmissor da Dengue, Zika Vírus e Chikungunya. Segundo o município, além  das visitas às residências haverá também panfletagem e campanhas midiáticas, e o retorno dos mutirões de limpeza nos bairros com maior incidência de focos. “Mas é preciso que a população, principal parceira na erradicação de focos do mosquito, contribua com sua parte, fazendo vistorias diárias e não deixando água parada, o que muitas vezes não leva mais que 10 minutos,” afirmou o comunicado.