NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 10 de dezembro de 2019

257 pessoas já foram identificadas. 13 estão desaparecidas – Foto Jair Amaral/Em/D.A Press)

 

A Polícia Civil de Minas Gerais identificou mais uma vítima do rompimento da barragem de Córrego do Feijão, em Brumadinho, na noite desta segunda-feira. O funcionário da Vale, Max Elias de Medeiros, 37 anos, foi identificado por exame de DNA.

Os segmentos da vítima chegaram ao Instituto Médico Legal em 11 de novembro e seguiram para o Instituto de Criminalística – visto que era impossível identificação por outros métodos.

A família já foi comunicada.

Portanto, 257 pessoas já foram identificadas. 13 estão desaparecidas.

Em 23 de novembro, foi identificada a 256ª vítima da tragédia de Brumadinho. Trata-se da técnica em segurança do trabalho, Elis Marina Costa, de 24 anos, funcionária terceirizada da Vale. O corpo foi identificado por meio da arcada dentária pela equipe de Odontologia Legal do Instituto Médico-Legal (IML), em Belo Horizonte.

Por Uai