NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 28 de novembro de 2020

 

 

Minas Gerais tem 2.603 pacientes com sintomas de Covid-19 internados em leitos de UTI e enfermaria. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES) nesta terça-feira (14), mas se refere à véspera.

A taxa de ocupação geral de leitos de UTI chegou a 71,4%. São 900 pacientes com suspeita de Covid-19 internados.

Durante entrevista coletiva, o Secretário de Estado de Saúde Carlos Eduardo Amaral disse que Minas Gerais criou mais de 1,3 mil leitos desde o início da pandemia e que o estado tem como custear estas estruturas que não estão habilitadas pelo SUS.

“Lá em março, quando começamos efetivamente a recrutar os leitos no estado, nós fizemos um planejamento tanto do número de leitos que precisaríamos recrutar, do numero de equipamento que precisamos colocar nesses leitos, baseados no que tínhamos no Parque Tecnológico da Saúde do estado, além disso tínhamos um planejamento financeiro no sentido de custear estes leitos uma vez em que eles estivessem em operação. Vamos custear os leitos igual o ministério faz”, disse.

No caso de leitos de enfermaria, a taxa de ocupação é de 60,8%. São 1.703 pacientes internados com sintomas respiratórios.

BH

 

 

Com 20 novos leitos de terapia intensiva para Covid-19, totalizando 390, a taxa de ocupação dos leitos teve queda de cinco pontos percentuais e está em 84%. As informações foram divulgadas pela secretaria nesta terça, mas se referem à segunda.Ao todo, a capital mineira tem 1.055 leitos de UTI, com taxa de ocupação geral teve queda de dois pontos percentuais e atingiu 86%.

No caso de leitos de enfermaria, são 1.072 unidades para pacientes com Covid-19, vinte a mais que na segunda. A taxa de ocupação é de 76%.São 4.657 leitos de enfermaria SUS disponíveis em BH, com taxa de ocupação geral de 67%.

 

Por G1