NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 23 de abril de 2021

Força Aérea Brasileira inicia transporte de vacinas pelo País – Foto: Tatiana Santiago/G1

 

 

O Ministério da Saúde divulgou, na noite desse domingo, a planilha com a distribuição das doses da CoronaVac por estado. A vacina contra a COVID-19 recebeu da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a liberação para uso emergencial.

A vacina é fabricada pelo Instituto Butantan, de São Paulo, em parceria com a biofarmacêutica chinesa Sinovac. A distribuição feita pelo governo federal considera 6 milhões de doses fornecidas pelo instituto.

Conforme a planilha, Minas Gerais ficará com 561.120 doses do imunizante. O Ministério da Saúde contabiliza 275.088 pessoas no público-alvo da Fase 1 da campanha da vacinação contra o coronavírus no estado. O planejamento também já mostra as doses que são reservadas para a população indígena. Em Minas, serão 16.560 doses da CoronaVac.

 

Veja divisão das doses da CoronaVac para cada estado:

Região Norte

Rondônia – 33.040
Acre – 13.840
Amazonas – 69.880
Roraima – 10.360
Pará – 124.560
Amapá – 15.000
Tocantins – 29.840

Total de doses – 296.520

 

Região Nordeste

Maranhão – 123.040
Piauí – 61.160
Ceará – 186.720
Rio Grande do Norte – 82.440
Paraíba – 92.960
Pernambuco – 215.280
Alagoas – 71.080
Sergipe – 48.360
Bahia – 319.520

Total de doses – 1.200.560

 

Região Sudeste

Minas Gerais – 561.120
Espírito Santo – 95.440
Rio de Janeiro – 487.520
São Paulo – 1.349.200

Total de doses – 2.493.280

 

Região Sul

Paraná – 242.880
Santa Catarina – 126.560
Rio Grande do Sul – 311.680

Total de doses – 681.120

 

Região Centro-Oeste

Mato Grosso do Sul – 61.760
Mato Grosso – 65.760
Goiás – 182.400
Distrito Federal – 105.960

Total de doses – 415.880

 

Minas prevê iniciar vacinação contra a Covid hoje às 17h

Governador está em São Paulo para acompanhar entrega das doses – Foto: Twitter/RomeuZema/Reprodução

 

Minas Gerais deve iniciar a vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) nesta segunda-feira (18) a partir de 17h, de acordo com assessoria de imprensa do governo. Inicialmente a vacinação estava prevista para começar na próxima quarta-feira (20), mas nesta segunda, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse, em reunião em São Paulo, que a vacinação nos estados brasileiros deveria começar ainda hoje. Sendo assim a previsão no Estado mudou para esta segunda.

O governador Romeu Zema (Novo) está no Estado paulista para garantir a chegada de cerca de 561 mil doses da Coronavac para Minas. Zema disse que assim que as vacinas chegarem elas serão imediatamente a distribuição e aplicação nos grupos prioritários. Mais informações sobre a vacinação serão repassadas mais tarde. A prefeitura de Belo Horizonte disse que aguarda a chegada das vacinas para saber sobre datas.

“As 561 mil doses da vacina devem chegar hoje, às 16h, a Belo Horizonte, na Rede de Frio, na Gameleira e serão distribuídas para as 28 regionais de saúde por transporte aéreo e terrestre”, informou o governo. O Estado já tinha adquirido 50 milhões de agulhas e seringas para garantir a vacinação contra a doença.

 

 

 

Itaúna

A Prefeitura de Itaúna informou neste domingo que também já tem seu Plano Municipal de Imunização, que deverá ser divulgado nesta segunda-feira, obedecendo instruções regionais, estaduais e federais, disse o Secretário Municipal de Saúde, Fernando Meira de Faria

“As aplicações das doses já poderão ocorrer assim que esta decisão for publicada do Diário Oficial da União, o que pode ocorrer ainda neste domingo. Aqui em Itaúna também já temos confeccionado um Plano Municipal de Imunização, que será divulgado nesta segunda-feira, obedecendo todas as recomendações de nossa superintendência regional de saúde, governos estadual e federal. Acredito que todos os brasileiros recebem com grande satisfação esta notícia da aprovação das vacinas. O que não nos permite ainda deixar de lado os hábitos adotados durante toda a quarentena, como isolamento social, distanciamento entre as pessoas, uso da máscara e higienização frequente das mãos. E torcer para que muito em breve todos nós possamos nos ver protegidos desta doença e de seus inúmeros prejuízos”, enfatiza.

 

 

 

Uso emergencial

O uso emergencial das 6 milhões de doses da CoronaVac prontas vindas da China foi aprovado neste domingo (17) pela Anvisa.

Por volta das 5h desta segunda, caminhões de carga refrigerados começaram a deixar o centro de distribuição em Guarulhos escoltados por carros da Polícia Federal. Cem caminhões farão o transporte da vacina.

As doses da CoronaVac também serão distribuídas em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) e companhias aéreas que farão o transporte gratuitamente.

De acordo com o governo federal, os estados serão responsáveis pela distribuição aos municípios.

 

Novo pedido

O Instituto Butantan deve entregar nesta segunda-feira o pedido de uso emergencial para as doses da CoronaVac envasadas no país.

 

 

Coronavac chega nesta tarde a Minas – Foto: Cadu Rolim/Fotoarena/Estadão Conteúdo

 

 

 

Após pressão de governadores, Pazuello antecipa para hoje início da vacinação em todo o país

 

O Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse nesta segunda-feira (18) que a vacinação contra a Covid-19 será iniciada a partir das 17h em todo o país. O anúncio foi feito após ele sofrer pressão dos governadores, que pediram para antecipar o início da aplicação das doses, inicialmente previsto para esta quarta-feira (20), conforme informou a colunista Andréia Sadi.

“Acho que podemos começar hoje até o fim do expediente, a partir das 17h”, declarou o ministro.

Neste domingo, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou o uso emergencial das vacinas CoronaVac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19. Momentos depois, o governo de São Paulo aplicou a primeira vacina da CoronaVac. O governo federal, no entanto, ainda não havia iniciado a distribuição do imunizante pelo país, o que foi programado para esta segunda.

O horário de 17h para o início da vacinação nacional foi proposto, segundo Pazuello, para dar tempo de todos os estados receberem as doses da CoronaVac, vacina do Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Em cerimônia em São Paulo, Pazuello deu início à distribuição das doses pelo país no início da manhã. As caixas saíram do centro de distribuição de logística do Ministério da Saúde em Guarulhos, na Grande São Paulo.

“A todas as famílias das vítimas, recebam a nossa solidariedade. É muito difícil perder alguém que amamos. Está dado o primeiro passo para a maior campanha de vacinação do mundo”, afirmou o ministro.

Das 6 milhões de doses, 4.636.936 serão enviadas pelo governo federal aos estados brasileiros. As outras 1.357.640 serão distribuídas pelo estado de SP.

 

Foto Governo SP

 

Por Uai / G1

 

 

Anvisa aprova vacinas contra Covid; Itaúna divulgará plano de imunização