NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 19 de junho de 2021

Operação iniciada em 2020 nas cidades de Itaúna, Itatiaiuçu, Itaguara, Belo Horizonte e outros municípios – Foto Reprodução

 

 

 

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) investigou e denunciou 10 pessoas pela prática dos crimes de organização criminosa, cartel, falsidade ideológica, prevaricação, obstrução de justiça, corrupção e lavagem de dinheiro, através da operação One Way, iniciada em 2020 nas cidades de Itaúna, Itatiaiuçu, Itaguara, Belo Horizonte e outros municípios da Região Centro-Oeste.

 

Entre os denunciados estão dois delegados de polícia, um investigador de polícia, laranjas e empresários do ramo de estampas de placas veiculares.

 

Segundo o MPMG, após a deflagração da operação em junho do ano passado, a análise dos diversos materiais e documentos apreendidos foi intensificada, e isso fortaleceu os elementos probatórios produzidos no âmbito do procedimento investigatório criminal, resultando na denúncia dos suspeitos.

 

A investigação foi conduzida em conjunto pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Gaeco Regional de Divinópolis e da Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e do Controle Externo da Atividade Policial da comarca, e pela Corregedoria-Geral da Polícia Civil de Minas Gerais.

 

Operação One Way

 

A Operação One Way, que tem como objetivo identificar a prática de fraudes no credenciamento de fábricas e estampadoras de placas veiculares, além dos crimes de cartel, associação criminosa, prevaricação, lavagem de dinheiro, dentre outras práticas criminosas, foi deflagrada em 5 de junho de 2020, em vários municípios da região Centro-Oeste do Estado.

 

Durante a operação ainda no ano passado, foram cumpridos um mandado de prisão, 29 mandados de busca e apreensão, além de medidas de bloqueio de valores, sequestro de bens e suspensão das atividades das empresas investigadas. Os mandados foram cumpridos em Divinópolis, Belo Horizonte, Itaúna, Formiga, Pará de Minas, Bom Despacho, Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte, Itapecerica, Itatiaiuçu e Itaguara.

 

Operação conjunta em Itaúna e região combate fraudes na fabricação de placas