Morre aos 91 anos, o professor e jornalista itaunense Anis Leão

3/03/2022 | Itaúna

Anis Leão foi um dos fundadores do curso de Comunicação Social da UFMG – Foto Mariana Garcia/Acervo DCS

 

 

O professor e jornalista Anis Leão, morreu nesta quarta-feira 02/3 aos 91 anos. Ele estava internado no Hospital Felício Rocho desde 25 de fevereiro e não resistiu a um quadro de septicemia decorrente de uma infecção urinária. Segundo informações da família, o velório será nesta quinta 03/3, de 11h40 às 13h40 na Capela 5 do cemitério Parque da Colina, onde o professor será sepultado.

 

Nascido em Itaúna, Anis José Leão foi um dos fundadores do curso de Comunicação Social da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (Fafich) da UFMG. O cronista também foi funcionário do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) durante 40 anos, se aposentando no cargo de Diretor Eleitoral. Ele também foi colunista do jornal O Tempo.

 

Como professor, Anis Leão deu aulas de física, química e ciências humanas e, na sua Itaúna, foi cronista da Rádio Clube e redator do jornal Folha do Oeste.

 

Abordando a comunicação, a ética e o direito eleitoral, Anis lançou nove livros, entre os quais “Limites da Liberdade de Imprensa”. Sua última publicação foi a obra bilíngue “Oração aos Moços” (“Addressing the Young”), sobre o jurista Ruy Barbosa. Lançada em 2016 em parceria com o professor Pedro Eymard, o livro é resultado de oito anos de pesquisas e estudos.

 

Com O Tempo 

 

 

 

Veja também