NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 22 de outubro de 2019

Agência Minas

Nesta semana aconteceu a terceira reunião técnica para tratar do novo planejamento de intervenções obrigatórias da MG-050. O encontro, que vem sendo realizado regularmente pelo secretário de Estado de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra), Marco Aurélio Barcelos, e o diretor-geral do DEER/MG, Fabrício Sampaio, contou com a presença de deputados, vereadores, moradores e lideranças da região.

foram acertadas durante visita in loco realizada em maio pela equipe da Seinfra.

Até o final de 2018, a concessionária AB Nascentes das Gerais já havia sido autuada, pela secretaria, a pagar mais de R$ 58 milhões em multas, devidas, principalmente, a inexecuções contratuais. Por isso, a atual gestão está acompanhando de perto o cronograma e dialogando com todos os envolvidos. Outros órgãos – como Cemig, Copasa e Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) – também participam dos encontros, por serem demandados em diversos processos que envolvem as obras previstas em contrato.

“Os resultados desse monitoramento já estão sendo sentidos, com avanços das obras nas cidades envolvidas. Continuaremos fazendo essas reuniões e cobrando. É importante que todos nós nos engajemos com isso”, destacou o secretário Marco Aurélio Barcelos.

Concedida pelo Estado no modelo Parceria Público Privada (PPP) em 2007, com 25 anos de contrato, a concessão passa pelos municípios de Juatuba, Itaúna, Divinópolis, Piumhí, Passos e São Sebastião do Paraíso. Porém, a MG-050 atende diretamente, em sua área de influência, 50 municípios.

Para cada obra prevista, a equipe da Seinfra fez, por meio de sistema de gerenciamento de projetos, um detalhamento de prazos, responsáveis e encaminhamentos necessários. No sistema, fica registrado, por exemplo, a pessoa responsável por cada etapa, o prazo e quais as etapas subsequentes.

“Estamos vendo que as obras estão saindo. Acompanho isso há muitos anos e estamos torcendo para dar certo. Vamos continuar cobrando e fiscalizando”, disse o deputado federal Fabiano Tolentino.

“Saio dessa reunião confiante de que as obras vão sair. É perceptível que está sendo feito todo o esforço para resolver o problema”, afirmou o secretário especial e chefe do Escritório de Representação do Estado de Minas Gerais em Brasília, Jaime Martins.