Número de sepultamentos aumentou 32% em três anos

7/02/2022 | Itaúna

Cemitério o=do Parque Jardim – Foto PMI/Divulgação

 

 

 

O número de sepultamentos aumentou em Itaúna no último triênio de acordo com dados da Secretaria Municipal de Administração. A pandemia do Coronavírus impactou o serviço municipal de luto mas não foi a única causa para elevação.

 

Dados recentes mostraram aumento de 32% na demanda no período, contabilizando números dos quatro cemitérios existentes na cidade (Central, Parque Jardim, Santanense e Córrego do Soldado).

 

Foram 770 sepultamentos em 2019, outros 750 em 2020 e mais 1017 no ano passado. Os registros incluem óbitos, transferências de restos mortais e enterro de cinzas.

 

De acordo com o Chefe de Setor da Administração de Cemitérios, Guilherme Bianchi:

 

“um ponto importante que precisa ser ressaltado é que nenhuma família ficou desamparada diante deste momento tão difícil que é a morte de alguém querido. Os números aumentaram em 2021, infelizmente, devido à Covid, mas também por óbitos de outras naturezas. Nossa equipe administrativa e operacional, principalmente os coveiros, se desdobraram também para que todos fossem atendidos da melhor maneira possível. Zelamos pela manutenção dos espaços dos quatro cemitérios e pelo conforto das famílias enlutadas”, afirma.

 

 

Capela Cemitério Central em Itaúna – Foto PMI/Divulgação

 

 

 

 

 

Veja também