NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 1 de dezembro de 2020

Foto Reprodução Internet

 

Com estudos ainda inconclusivos sobre o tempo em que o Coronavírus pode continuar sendo transmitido mesmo após um infectado se curar da Covid-19, e com relatos de reinfecções pela enfermidade, o governo de Minas recomendou, nesta segunda-feira (21), que as medidas de prevenção continuem entre as pessoas que se recuperaram da doença.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, as orientações continuam as mesmas, independentemente se o cidadão teve Covid-19 ou não, quanto ao distanciamento social, uso de álcool em gel e lavagem frequente das mãos.

“Nós temos ainda muito pouca evidência científica de quando as pessoas que foram infectadas param, efetivamente, de transmitir a doença. Da mesma forma, nós já temos alguns diagnósticos de reinfecção em algumas pessoas. Isso reforça ainda mais a necessidade de se manter os cuidados de uma forma geral”, declarou.

Presente na coletiva de imprensa desta tarde, o secretário adjunto de Estado de Saúde, Marcelo Cabral, relatou a experiência dele com a doença. O gestor foi afastado do trabalho assim que começaram os sintomas da Covid-19.

“Eu fui acometido pela Covid, graças a Deus me curei e eu mantenho todos os cuidados, seja próximo das pessoas no trabalho, seja em relação a pessoas da família. A gente precisa manter a cautela”, afirmou.

 

Por Hoje em Dia