NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 20 de junho de 2021

petrobras deminssoes terceirizados

 

 

 

 

Queda do preço do petróleo no mercado internacional, reflexos da Operação Lava Jato e perda de grau de investimento pela Standard & Poor’s. Diante deste quadro, a Petrobras está refazendo suas contas e pretende cortar funcionários terceirizados, investir menos e vender mais ativos. Tudo isso para fazer caixa.

A meta mais dura é a de cortar 30{4f38b4b7d8b4b299132941acfb1d57d271347fbd28c4ac4a2917fcb5fee07f0b} dos terceirizados ligados à área administrativa, o que equivale a 5 mil pessoas. A informação foi publicada no jornal “O Globo” nesta sexta-feira.

Essa ação foi proposta depois de estudo que mostrou que há setores da empresa em que há mais terceirizados do que próprios funcionários. O processo de redução do quadro de terceirizados já começou. Alguns contratos não foram renovados e há também casos de cancelamento.

Queda de investimento

O investimento de US$ 27 bilhões previsto para 2015 não será alcançado e, pelo menos até 2019, a tendência é cair mais. Além disso, com a desvalorização de seus ativos, a Petrobras terá que vender bens para atingir a meta de US$ 15,1 bilhões em 2019.

Cortes adicionais em investimentos e custos administrativos vão ser discutidos em reunião do Conselho de Administração de estatal, no próximo dia 30.