NO AR AGORA

Rádio Santana FM

Itaúna, 18 de junho de 2021

Viaturas da Polícia Federal no combate a irregularidades – Foto: Polícia Federal/Divulgação

 

 

Cinco mandados de busca e apreensão foram cumpridos em Itaúna durante a Operação “Buraco na Pista” nesta quarta-feira (19). A ação da Polícia Federal (PF) visa combater a extração ilegal de minério de ferro

 

A reportagem  entrou em contato com a Polícia Federal para saber detalhes sobre as ordens judiciais cumpridas na cidade, mas não teve retorno até a última atualização desta matéria.

 

Operação

 

De acordo com a PF, um mandado foi cumprido em Nova Lima, na Grande BH. As investigações começaram em julho de 2020 e apontam que os envolvidos extraíam ilegalmente o mineral em pista paralela à BR-040, na altura do km 569, simulando atividades de terraplanagem.

 

A PF cumpriu seis mandados de busca e apreensão expedidos pela 11ª Vara Federal de Belo Horizonte: cinco em Itaúna e um em Nova Lima. O material apreendido será analisado e periciado.

 

Quatro pessoas foram indiciadas por conduta dissimular. Se condenadas, podem pegar até 29 anos de cadeia. Há outros três inquéritos em que são investigados crimes semelhantes.

 

Como agiam

 

Segundo a corporação, os investigados pediram autorização à concessionária da rodovia e à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para melhorar o acesso a um terreno.

 

Mas em vez da obra, eles extraíam ilegalmente o minério, já que não tinham licença ambiental. Foram criadas empresas fictícias para a empreitada irregular.

 

Mineração ilegal era feita em Nova Lima, na Grande BH – Foto: Polícia Federal/Divulgação

 

 

Por G1